• Visualizações 503

Obesidade é herdada através do esperma, diz estudo

Mudanças moleculares no esperma do pai obeso podem “programar” embrião para sofrer de obesidade ou de outras doenças metabólicas em uma etapa posterior da vida.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A composição molecular do esperma dos pais que sofrem obesidade contribui para que seus filhos e netos possam herdar o sobrepeso e outras doenças como diabetes, segundo um estudo realizado por cientistas australianos.

“A dieta de um pai muda a formação molecular do esperma”, disse Tod Fullston, responsável por esta pesquisa realizada pelo Instituto Robinson da Universidade de Adelaide, à emissora australiana ABC.

Estas mudanças moleculares no esperma do pai obeso podem “programar” o embrião para que sofra de obesidade ou de outras doenças metabólicas em uma etapa posterior de sua vida, explicou Fullston.

A pesquisa aponta que a tendência à obesidade, no caso de o pai a sofrer, pode se estender por até duas gerações. Segundo o estudo de laboratório, realizado com ratos, as mudanças acontecem nas moléculas microARN, cuja função é regular os genes.

“Propusemos realizar estudos com humanos sobre esse ponto para saber se os homens com um maior índice de massa corporal podem ter um perfil microARN diferente em seu esperma e saber se a dieta e os exercícios podem permitir voltar ao que seria um peso masculino normal”, comentou o cientista australiano.

Informações de Terra

FOTO: reprodução / grupo escolar

Compartilhar

Mais três pessoas morem em função da Gripe A e número de óbitos sobe para 16

Avançar »

Em ratos, uso de choques em artérias estanca hemorragias em poucos segundos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*