• Visualizações 453

Segundo Dilma, governo avança no investimento em saúde

Programa “Café com a presidenta” destacou o lançamento do programa Mais Médicos. Dilma também disse que vai aumentar vagas para estudantes de medicina.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira, dia 08, durante seu programa de rádio “Café com a presidenta”, que o programa Mais Médicos será lançado ainda nesta segunda, em evento oficial com a participação de Dilma. De acordo com a presidente, a prioridade dele é atender as periferias das grandes cidades e os municípios do Norte e do Nordeste.

Segundo Dilma, o “pacto pela saúde contempla a aceleração dos investimentos já contratados para melhorar a estrutura da rede pública do Brasil”. Ela afirmou que o governo federal está investindo R$ 7,4 bilhões na construção, reforma e compra de equipamentos para postos de saúde, Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs, e os hospitais.

O programa Mais Médicos vai ser útil para as vagas que não forem preenchidas pelos médicos brasileiros. A presidente disse que governo federal vai autorizar a vinda de médicos estrangeiros, que deverão trabalhar exclusivamente nos postos de saúde por um período de 3 anos.

Como alternativa também para aumentar e melhorar o atendimento médico no país,  Dilma afirmou que aumentar as oportunidades para os jovens que querem estudar Medicina ou fazer uma especialização na área.

O Projeto

Haverá um edital nacional para selecionar os municípios que querem receber novos médicos e município que participar do Mais Médicos terá que assumir o compromisso de acelerar os investimentos na construção, na reforma, na ampliação das suas Unidades Básicas de Saúde.

A presidente Dilma também ressaltou o novo edital que será lançado nesta segunda, onde os médicos brasileiros também interessados em trabalhar em locais distantes poderão se inscrever e escolher o município para onde querem ir.

“O governo federal vai pagar R$ 10 mil por mês para o médico que participar do programa Mais Médico, e esse pagamento será feito pelo próprio Ministério da Saúde. Além disso, pagaremos uma ajuda de custo conforme a região na qual o médico estiver estabelecido. Também o governo federal pagará R$ 4 mil para reforçar equipes de saúde integradas por enfermeiros e técnicos de enfermagem”, afirma Dilma.

A presidente também destacou que médicos estrangeiros que o governo vai contratar serão bem formados e que entenderão a “nossa língua” Dentre eles, estarão inclusos médicos brasileiros que se formaram no exterior.

“Nós não vamos aceitar profissionais de países onde também haja falta de médicos ou onde a proporção de médicos por habitante seja ainda menor do que nos Brasil. Fora isso, estamos abertos a receber médicos de qualquer país, desde que o profissional seja capacitado”, conclui Dilma.

Informações de Portal G1

FOTO: reprodução / ebc

 

Compartilhar

Tomar água, usar filtro solar e hidratar-se são hábitos essenciais no frio

Avançar »

Cursos de medicina passarão a ter oito anos de duração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*