• Visualizações 723

Saúde promove levantamento em busca de focos do mosquito da dengue no município

Procedimento atingirá, pelo menos, 20% dos domicílios de cada quarteirão. A ideia ocorre após a confirmação de cinco focos encontrados na cidade, no bairro Primavera.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A partir de segunda-feira, dia 28, todos os bairros de Novo Hamburgo passarão por uma minuciosa varredura para averiguar se existem mais focos de dengue no município. A medida é promovida pela Secretaria da Saúde – SMS, em parceria com o Projeto de Combate à Dengue da Universidade Feevale.

Chamado de Levantamento de Índice Rápido – LIRA, o procedimento atingirá, pelo menos, 20% dos domicílios de cada quarteirão. O procedimento ocorre após a confirmação de cinco focos do mosquito terem sido encontrados na cidade, no bairro Primavera.

Durante o LIRA, alunos da Universidade Feevale e agentes comunitários de saúde da prefeitura visitarão áreas em busca de pontos que podem apresentar focos do inseto transmissor da dengue, como recipientes com água parada. “É muito importante que os moradores deixem as equipes acessar os terrenos para fazer as vistorias. Os agentes estarão devidamente identificados”, ressalta a coordenadora de Vigilância em Saúde, Solange Shama.

O município tem desenvolvido uma série de ações no combate à dengue. Entre as medidas, estão as visitas domiciliares bairro a bairro, atendendo o perfil de cada região, com agentes passando informações à comunidade de como evitar a proliferação. Também são feitos monitoramentos em 120 pontos estratégicos da cidade. “Desenvolvemos constantemente uma série de ações e a comunidade precisa fazer sua parte no combate à doença”, enfatiza a secretária da Saúde, Clarita de Souza.

Os cinco focos do mosquito transmissor da doença foram encontrados no início de maio nas ruas Santa Rosa (dois), Porto Lucena e Lorena, além da armadilha instalada pelo município na BR-116. Assim que o registro foi feito, foram realizados levantamentos de infestação na região e também a retirada de materiais com potencial de foco. A SMS ainda emitiu norma técnica a todas as equipes de saúde para reforçar o trabalho de educação com a comunidade no objetivo de se prevenir contra a doença.

Veja como evitar a proliferação do mosquito:

– Não deixe ao ar livre lixo ou vasilhas que possam acumular água

– Mantenha calhas, canos e ralos desentupidos

– Trate a água de piscinas com cloro

– Mantenha as garrafas vazias viradas com a boca para baixo

– Troque a água destinada aos animais todos os dias e esfregue as paredes internas dos bebedouros pelo menos uma vez por semana

– Não acumule pneus velhos. Se você guardar, deve furá-los ou mantê-los cobertos

– Tampe caixas d’água, tonéis, barris e latões

– Coloque areia nos cacos de vidros dos muros

– Mantenha os pratos dos vasos sem água. Escove bem para remover possíveis ovos do mosquito e encha o prato com areia.

Informações de Imprensa PMNH

FOTO: Ronan Dannenberg /  PMNH

Compartilhar

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 1º de junho

Avançar »

Teste que detecta osteoporose em estágio inicial é criado por cientistas da Nasa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*