• Visualizações 922

Comissão de médicos e especialistas vai definir critérios para diagnóstico de anencefalia

Na quinta-feira, STF definiu, por oito votos a dois, que mulheres podem interromper a gravidez de fetos anencéfalos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Uma comissão especial que vai definir os critérios para o diagnóstico de anencefalia foi criada nesta sexta-feira, dia 13, pelo Conselho Federal de Medicina. Segundo a entidade, preciso definir os critérios médicos para o diagnóstico da malformação.

Leia Mais

Após interrupção, julgamento sobre aborto de fetos sem cérebro continua no STF

Na quinta-feira, 12, o Supremo Tribunal Federal – STF decidiu autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos, sem que a prática configure aborto criminoso, por oito votos a dois.

O trabalho do Conselho começa este mês e deve ser concluído em 60 dias. De acordo com o CFM, a ideia é que, com o estabelecimento desses pontos, os médicos tenham mais segurança para o diagnóstico dos casos, facilitando a interrupção mais precoce de gestações.

Médicos de diversas áreas, além de especialistas em ultrassonografia fetal, integrarão a comissão. Também poderão dar suas contribuições especialistas de algumas das principais universidades e escolas médicas do país.

Informações de Agência Brasil

FOTO: José Cruz / ABr

Compartilhar

Santa Rosa e Três de Maio registram mais cinco casos de dengue contraídos no RS

Avançar »

Dormindo pouco ou sem padrão? Estudo aponta risco de diabetes e obesidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*