Brasil deve ter mais de meio milhão de casos de câncer no próximo ano

Estudos indicam que os tipos mais comuns a afetarem brasileiros são câncer de pele não melanoma, próstata e mama. Haverá cerca de 520 mil casos em 2012.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Dados divulgados nesta quinta-feira, dia 24, pelo Instituto Nacional de Câncer – Inca, na Estimativa 2012 – Incidência de Câncer no Brasil, revela: o país deve ter 520 mil novos casos de câncer no próximo ano. Os tipos mais comuns a afetarem os brasileiros devem ser câncer de pele não melanoma – o menos grave –, próstata e mama.

Segundo o coordenador de Ações Estratégicas do Inca, Cláudio Noronha, esse numero de casos vem aumentando a cada ano por conta do envelhecimento da população brasileira. A doença, porém, deve atingir homens e mulheres na mesma proporção. O tipo de câncer mais comum em ambos os sexos é o câncer de pele não melanoma.

Separado também por sexo, o estudo revela que os homens são mais afetados pelo câncer de próstata. Mas também o de pulmão, cólon e reto, estômago, boca, laringe e bexiga os afetam com frequência. O de próstata, porém, é o mais comum em todas as regiões do país. No Sudeste, o segundo tipo mais recorrente é de cólon de reto, enquanto no Norte e Nordeste é o de estômago.

Nas mulheres, o câncer mais recorrente é o de mama, sendo o principal nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste. Já na região Norte, o mais comum é o de colo de útero. Porém, o câncer de glândula tireoide, cólon e reto também fazem parte dos cinco mais comuns. Sobre os tipos que ainda devem atingir as mulheres estão o de pulmão, ovário e estômago.

Neste ano, foi a primeira vez que a estimativa incluiu os cânceres de bexiga, ovário, colo do útero, sistema nervoso central e linfoma não Hodgkin. O câncer de glândula tireoide também apareceu pela primeira vez na estimativa feminina, enquanto o de laringe se destacou no estudo centrado nos homens.

Informações de Agência Brasil

FOTO: Ilustrativa / GettyImages

Compartilhar

Ministério da Saúde procura doadores de sangue em redes sociais

Avançar »

Aids no Brasil: Rio Grande do Sul é o Estado com mais casos

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*