Ministério da Saúde procura doadores de sangue em redes sociais

Parte da campanha “Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue”, estratégia do ministério é achar novos doadores por meio de cadastro na internet.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Nesta quarta-feira, dia 23, o Ministério da Saúde lança um aplicativo na sua página do Facebook, onde o internauta pode se cadastrar como doador de sangue. A fim de aumentar o número de doadores de sangue no Brasil, essa ação faz parte da campanha do Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorada nesta sexta-feira, dia 25.

No cadastro virtual, os interessados devem informar seu nome, tipo sanguíneo e região onde mora. Com isso, os hemocentros terão acesso ao banco de doadores interessados para poder acionar os cadastrados quando houve o registro de falta de algum tipo de sangue em certa região. A ideia, além de localizar facilmente doadores de certos tipos sanguíneos, é espalhar a novidade para amigos internautas que vivam na mesma região.

Apenas 1,9% dos brasileiros doa sangue regularmente conforme estudo indica. O percentual baixo, porém, está dentro do parâmetro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde – OMS, que varia de 1% a 3% da população. Entretanto, cada vez mais cresce a pressão por mais bolsas de sangue, que deve chegar a 5,7 milhões por ano. Portanto, se cada brasileiro doasse sangue duas vezes por ano, não faltaria sangue para as transfusões, segundo o ministério.

Interessado em doar sangue? Saiba mais

Quem pode doar sangue

Homens e mulheres de 18 a 67 anos de idade;

Jovens de 16 a 17 anos com autorização dos pais ou de responsável legal;

Pessoas que pesam mais de 50 kg;

Pessoas que tem documento com foto válido em todo território nacional, como identidade ou habilitação de motorista.

Quem não pode doar sangue

Pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade;

Grávidas e mulheres em fase de amamentação;

Pessoas expostas a doenças transmissíveis como aids, hepatite, sífilis e doença de chagas;

Usuários de drogas;

Pessoas que tiveram relação sexual com parceiro eventual sem usar preservativo.

Recomendações para doar sangue

Não doar em jejum, ou seja, sem comer nada;

Dormir por, pelo menos, 6 horas antes da doação;

Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;

Evitar fumar e ingerir comidas gordurosas.

Informações de Agência Brasil

FOTO: divulgação / Portal da Saúde

Compartilhar

Campanha contra a aids deve atingir jovens através de redes sociais

Avançar »

Brasil deve ter mais de meio milhão de casos de câncer no próximo ano

Um comentário

  1. jhaime marcia costa
    24 de novembro de 2011

    Doar Sangue um gesto de amor ao proximo

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*