Notificações de dengue em 2010 são mais que o triplo das registradas em 2009

Notificações não significam casos confirmados da doença. Região Sudeste foi a campeã de registros no ano passado.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Os dados mais recentes do Ministério da Saúde sobre o avanço da dengue no Brasil, divulgados nesta segunda-feira, dia 28, mostram que o ano de 2010 apresentou mais que o triplo de notificações na comparação com 2009.

Foram 999.688 relatos da doença no ano passado contra 323.876 no ano anterior. Segundo o ministério, os dados para 2010 são preliminares.

A região Sudeste foi a que apresentou o maior número de notificações no ano passado. Foram 473.994 relatos da doença no ano passado, contra 106.942 no ano anterior. Na região Sul, o número de relatos passou de 1.653 em 2009 para 42.707. O aumento menos expressivo foi no Nordeste, com 171.779 em 2010 contra 125.124 no ano anterior.

As notificações não significam casos confirmados de dengue. Exames de contraprova são feitos em institutos de referência e descartam diagnósticos errados. As secretarias de saúde estaduais passam os dados locais sobre a doença para o ministério.

Também foi divulgado o número de notificações em 2011, referentes até o dia 28 de janeiro. Com 26.034 relatos da doença no país durante o primeiro mês do ano, a região Norte aparece na frente com 10.471 notificações. O Sudeste vem em seguida, com 7.094.

Entre os estados, o Acre já levanta 6.851 diagnósticos iniciais de dengue. Minas Gerais, com 3.058, Goiás, com 2.538 e Espírito Santo, com 2.205, aparecem na sequência.

Ainda em investigação, os óbitos registrados em 2011 por conta da doença chegaram a 12, cinco deles na região Norte. Casos graves da doença chegaram a 101, com metade deles (51) sendo confirmados no Sudeste.

RS é um dos poucos

estados sem mortes

O número de óbitos por conta da dengue mais que dobrou na comparação entre os dois últimos anos. Em 2010, 572 morreram pela doença contra 226 em 2009.

Segundo as informações preliminares do ministério, apenas os estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe não tiveram mortes no ano passado. São Paulo registrou o maior número de mortes: 136 em 2010, contra apenas sete em 2009.

Informações de portal G1

FOTO: ilustrativa

Compartilhar

Novo Hamburgo: Bairro Ideal na rota da luta contra a dengue

Avançar »

Especialistas alertam para risco de pressão alta devido a bebidas com açúcar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical