Novo Hamburgo – Mobilização contra a dengue recomeça

Bairros do município serão palco de ações de prevenção, já que o clima do verão é propício ao desenvolvimento de focos do mosquito transmissor.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Secretaria da Saúde de Novo Hamburgo – SMS começará uma nova campanha contra a dengue, com o objetivo de manter a cidade livre da doença. As primeiras ações serão feitas nos bairros Canudos e  Roselândia.

As medidas dão início a uma série de atitudes que se realizarão gradativamente em diferentes regiões do município, que está livre do foco do mosquito Aedes aegypti há dois anos. A primeira atividade, “Canudos Contra a Dengue”, ocorre na próxima quarta-feira, dia 12, a partir das 13 horas, na Praça Centenário.

As ações serão desenvolvidas com foco no perfil de cada bairro. Em cada atividade, 30 agentes farão panfletagem e prestarão informações à comunidade não apenas sobre a dengue, mas também sobre prevenção a outras doenças e demais temas ligados à saúde. Os profissionais ainda visitarão moradores para passar dicas de combate ao mosquito.

Em uma barraca, que será instalada em cada ação, a população também poderá conferir amostras das larvas do inseto transmissor com uso de microscópio e saber mais sobre os serviços prestados pela SMS. Conforme a secretária municipal da Saúde, Clarita de Souza, a mobilização de toda comunidade hamburguense deve ser contínua.

“Temos agentes em cada casa e esses agentes são os moradores. Todos precisam fazer sua parte para mantermos o município sem registros de focos do mosquito”, afirma.

Alerta no calor

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Solange Shama, destaca que as ações começam em uma época que favorece o desenvolvimento do mosquito. “O calor e a umidade são condições que ajudam na proliferação de larvas. Por isso, temos que estar sempre atentos”, salienta.

Além disso, Solange destaca que enquanto Novo Hamburgo não tem registro de focos do mosquito, municípios da região Metropolitana têm apresentado laudos que confirmam a presença do inseto transmissor. “Isso nos deixa em alerta máximo”, reforça.

Para complementar as ações que começam dia 12 de janeiro, a SMS também ampliará a cobertura das atividades nas residências. A meta é de que, pelo menos, 10% dos domicílios de Novo Hamburgo sejam visitados na primeira etapa da campanha.

Armadilhas contra o mosquito transmissor da dengue já estão instaladas em diversos pontos da cidade, principalmente no bairro Santo Afonso e em toda a extensão da BR-116 na área que corresponde ao município.

Informações de Imprensa da PMNH

FOTO: ilustrativa

Compartilhar

Conselho Federal de Medicina libera reprodução assistida aos solteiros

Avançar »

Conselho de Saúde de Porto Alegre rejeita proposta de gerenciamento do SUS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*