• Visualizações 737

Número de pacientes usando medicamentos contra HIV nunca foi tão alto

São 1,2 milhão de pessoas que começaram a se tratar em 2009, adesão recorde de pacientes desde que a AIDS foi descoberta. –

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Dados da Organização Mundial da Saúde – OMS divulgados nesta segunda-feira, dia 19, indicam que 5,2 milhões de pessoas estão em tratamento contra a AIDS no mundo.

O balanço, que se refere à situação no fim de 2009, revela que 1,2 milhão de pessoas começaram a se tratar no ano passado, uma adesão recorde aos medicamentos antirretrovirais, que combatem a ação do vírus HIV, desde a descoberta da doença.

O levantamento foi apresentado durante a 18ª Conferência Internacional da ONU sobre a AIDS, que acontece em Viena, na Áustria, até o próximo dia 23, sexta-feira. Apesar do avanço, uma grande parte das pessoas infectadas pelo vírus ainda não têm acesso a remédios (em 2008, estimava-se que 33 milhões de pessoas viviam com HIV).

Situação na África

Hiroki Nakatani, subdiretor-geral da OMS para a AIDS, diz que o aumento no acesso aos antirretrovirais aumentou especialmente na África subsaariana. “É obviamente a região em que há mais falta de remédios, mas é também onde estamos vendo o maior aumento no acesso a esses tratamentos”, declara ele.

A organização Médicos Sem Fronteiras disse que o dado é positivo, mas alertou para a possibilidade de esse fenômeno não progredir em razão da falta de verba. Tido von Schoen-Angerer, porta-voz do grupo, diz que já há sinais de falta de recursos – em Uganda, na África, clínicas têm sido obrigadas a recusar novos pacientes.

Com informações de portal R7

FOTO: reprodução / Agência AIDS

Compartilhar

Ministério da Saúde pede atenção à gripes e resfriados

Avançar »

Hérnia de disco pode ser corrigida sem internação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical