Novo Hamburgo continuará vacinando contra Gripe A

Faixa etária que engloba hamburguenses de 30 a 39 anos é a que menos foi imunizada até agora; unidades de saúde seguem com horário estendido.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A campanha nacional de vacinação contra a influenza A (H1N1) – gripe suína terminou nesta quarta-feira, dia 02 de junho, mas o Ministério da Saúde recomenda aos municípios que não conseguiram atingir a cobertura de todo o público-alvo que continuem a vacinar.

Em Novo Hamburgo, a faixa etária mais preocupante é de 30 a 39 anos, com menos quantidade de pessoas imunizadas. A Casa de Vacinas, a UBS Canudos e a UBS Santo Afonso atenderão até às 21h nesta sexta-feira, dia 05, sendo que as duas últimas também atenderão no fim de semana, das 8 às 20h.

A partir de segunda-feira, todas as unidades de saúde da cidade continuarão atendendo com horário estendido, num esforço para atingir a meta de vacinação. Os grupos que podem ser imunizados pelo sistema público são as gestantes, jovens de 20 a 39 anos e crianças de dois a cinco anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Vacinação Brasil a fora

Segundo dados parciais do Ministério da Saúde, mais de 73,6 milhões de brasileiros foram imunizados contra a doença. A estimativa era vacinar 80 milhões de pessoas até hoje.

A meta de 80% de cobertura por público-alvo vulnerável não foi alcançada nos seguintes grupos: entre 02 e menos de 05 anos foram vacinados 1,1 milhão (10% da meta); adultos saudáveis, entre 30 e 39 anos, foram imunizados 17,5 milhões (60% da meta); e grávidas, cuja cobertura vacinal foi de 2,1 milhões (70% da meta).

O ministro José Gomes Temporão espera melhorar o percentual de vacinação das crianças de dois e menos de cinco anos no próximo dia 12, data da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Nesse dias, elas também poderão ser imunizadas contra a gripe.

Em relação aos adultos de 30 a 39 anos, caberá às secretarias de saúde estabelecer uma estratégia para cumprir a meta. O ministro atribuiu a baixa adesão desses dois grupos (crianças e adultos) ao fato de terem sido os últimos a ingressarem no calendário de vacinação.

Apesar de a cobertura vacinal não ter sido atingida em todos os públicos, Temporão considera a campanha bem-sucedida. De acordo com ele, o número total de vacinados representa 37% da população brasileira. Nos Estados Unidos, por exemplo, o índice de vacinação foi de 24% e em alguns países europeus, como França e Alemanha, abaixo de 10%.

Com informações de Agência Brasil

FOTO: reprodução

Compartilhar

Novo Hamburgo: Secretaria da Saúde se mobiliza contra paralisia infantil

Avançar »

Programas na área da Saúde recebem repasse de mais de R$ 27 milhões do Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*