• Visualizações 1288

Mosquito transgênico criado por cientistas espera conter a dengue

O inseto desenvolvido pelos pesquisadores tem alteração genética no desenvolvimento das asas das fêmeas com objetivo de suprimir a população de mosquitos e evitar a doença que afeta 100 milhões de pessoas por ano

Na tentativa de conter a propagação da dengue, cientistas americanos e britânicos estão criando um tipo de mosquito transgênico. O desafio será produzir e liberar um número suficiente de mosquitos transgênicos será um dispendioso desafio logístico. Os estudiosos estimam que os machos também transgênico se cruzem com as fêmeas geneticamente alteradas e produzam outras fêmeas com o gene que limita o crescimento das asas. Com a capacidade de voar limitada, a tendência é a supressão da população do mosquito.

A dengue é transmitida através da picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e não há vacina para a doença. Chefe da pesquisa é da Universidade de Oxford e proprietário da Oxitech. Segundo especialistas, a dengue afeta até 100 milhões de pessoas por ano e ameaça mais de um terço da população mundial. O estudo foi publicado na “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Compartilhar

Governo envia equipamentos para o combate à dengue em Ijuí

Avançar »

Adultos de 30 a 39 anos também serão vacinados contra nova gripe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*