SES reforça alerta contra a Dengue

A Dengue é uma virose que, em 99% dos casos, provoca febre com início abrupto e duração média de sete dias. É diferente de gripes e resfriados porque não apresenta sintomas respiratórios.

A Secretaria Estadual da Saúde (SES), por meio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) reforça o alerta contra a Dengue, com a chegada do calor e proximidade do verão, quando aumentam os riscos de disseminação da doença.

De acordo com o diretor do CEVS, Francisco Paz, o maior desafio é prevenir e eliminar os focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor. Para isso, é importante que a população fique mobilizada em torno de ações básicas de limpeza e manutenção de utensílios e vasilhames que possam se tornar criadouros de larvas do inseto.

Francisco Paz frisa que as principais medidas de prevenção devem ser adotadas pela comunidade em geral no dia-a-dia. São elas: Não acumular lixo, ou seja, materiais em desuso que retenham água parada como pneus, garrafas, copos, latas;
Tapar a caixa d`água, poços, latões e filtros;
Lavar os pratinhos de folhagens, escovando as bordas para eliminar os ovos do inseto, e não acumular água, podendo colocar areia;
Tratar as piscinas;

No Rio Grande do Sul ainda não foi detectado nenhum caso autóctone ( transmitido direto do mosquito em território gaúcho). A Dengue é uma virose que, em 99% dos casos, provoca febre com início abrupto e duração média de sete dias. É diferente de gripes e resfriados porque não apresenta sintomas respiratórios.

Compartilhar

Encerrada campanha de prevenção e combate das hepatites virais

Avançar »

Governo investe R$ 8 milhões na construção de 50 postos de saúde no Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*