• Visualizações 682

Aliados de Dilma falam em virar o jogo; oposição diz que votos não mudam

Senadores contrários à aprovação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e os favoráveis à cassação divergem se o depoimento de Dilma irá influenciar os votos dos parlamentares.

Aliados de Dilma elogiam as respostas da presidente afastada e acreditam que será possível de atrair votos para impedir o impeachment, enquanto os adversários argumentam que Dilma fugiu das perguntas dos senadores e que o placar da votação, que deverá ocorrer até a madrugada de quarta-feira, 31 de agosto, não deve mudar.

Aliados

“Acho muito importante o desempenho da presidente aqui [Senado]. Acho que ela respondeu todas as indagações dos senadores e a participação dela vai interferir no resultado da votação”, disse o líder do PT, senador Humberto Costa (PE).

Costa se diz otimista com a possibilidade de mudança de votos até a hora da decisão final. Segundo ele, várias pessoas próximas à presidenta Dilma estão conversando com senadores para conseguir os votos contra o impeachment. “Nossa expectativa é que nesta terça-feira, (30) ou na quarta-feira (31), nós possamos ter mais seis votos para trazer a presidenta de volta. Estamos mantendo conversas com um número superior àquele que precisamos para garantir a volta da presidente”, disse o líder.

Compartilhar

William Bonner e Fátima Bernardes anunciam separação

Avançar »

Cunha diz que processo de impeachment é legítimo e que Dilma é “mentirosa”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*