Pedido do MPF pode antecipar prisão de 20 réus do mensalão

Ao menos cinco ministros já afirmaram ser favoráveis a possibilidade. Com mais um voto nesse sentido, tribunal poderia determinar prisão imediata de 20 dos condenados e a execução das penas alternativas para três outros. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Um pedido feito nesta terça-feira, dia 12, pelo Ministério Público Federal – MPF, pode levar o Supremo Tribunal Federal – STF a determinar a prisão imediata de 20 dos 25 condenados por envolvimento no mensalão.

Estão incluídos nesta lista as figuras centrais do escândalo de corrupção: o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o empresário Marcos Valério, apontado como operador do esquema.

Ao menos cinco ministros já afirmaram, reservadamente, serem favoráveis a essa possibilidade. Com mais um voto nesse sentido, o tribunal poderia determinar a prisão imediata de 20 dos condenados e a execução das penas alternativas para três outros condenados.

Somente dois deles – Breno Fischberg e João Cláudio Genu – aguardariam o julgamento dos infringentes. Os dois foram condenados por apenas um crime, mas a condenação pode ser revertida no próximo ano, quando forem julgados os recursos.

Outros nove réus estão na mesma condição, incluindo Genoino, Valério, Delúbio Soares, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), a ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabello, o publicitário Cristiano Paz, ex-sócio de Valério.

Informações de CP

FOTO: reprodução / STF

Compartilhar

Vereador Serjão propõe criação de Diário Oficial Eletrônico

Avançar »

Senado aprova PEC do fim ao voto secreto no Legislativo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*