• Visualizações 514

Partidos pequenos embolsam R$ 18 milhões

Mesmo possuindo apenas três deputados no Congresso, PMN – Partido da Mobilização Social recebeu no ano passado cerca de R$ 2,9 milhões.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Somente em 2012, os  partidos de pequenos, que possuem baixa ou nenhuma representação no Congresso, embolsaram cerca de R$ 18 milhões. De acordo com o texto do jornalista Leandro Mazinni, divulgada nesta quarta-feira, dia 30, na coluna esplanada, 14 siglas receberam parte dessa quantia do dinheiro. Entre elas, cinco não possuem nenhum deputado federal (PCB, PCO, PPL, PSTU, PSDC), mesmo assim, levaram R$ 3,15 milhões.

O PPL é uma exceção ao possuir um senador, João Costa, do Tocantins. No ano passado foram criados o PEN – Partido Ecológico, que entrou em contato com Marina Silva, em vão, para ter-la na equipe, e o PSD de Gilberto Kassab, ex-prefeito da cidade de São Paulo.

Entre estes partidos, dois se destacam por recebem os maiores repasses. Um deles é o PMN – Partido da Mobilização Social, que adquiriu R$: 2,9 milhões, possuindo três deputados, o outro é o  e o PHS – Partido Humanista da Solidariedade que obteve uma verba de R$2,4 milhões, com apenas um deputado licenciado.

Informações Leandro Mazinni / Colunaesplanada

FOTO: reprodução / fortenanoticia.com.br

Compartilhar

Salários de prefeitos têm aumento em 12 capitais do país

Avançar »

Pesquisa Eleitoral em Novo Hamburgo termina nesta sexta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*