• Visualizações 1040

TV Câmara de Novo Hamburgo passará a operar em rede aberta

Outros 11 parlamentos do interior gaúcho também farão parte da Rede Legislativa. As programações serão transmitidas no canal 61, em rede aberta UHF.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Em solenidade na Assembleia Legislativa, o presidente Gilberto Koch (PT) assinou o protocolo de intenções entre a Casa, a Câmara dos Deputados e a Assembleia Legislativa com o intuito de obter a concessão do canal televisivo digital no município.

A TV Câmara de Novo Hamburgo, canal 16 da NET, irá operar em sinal aberto. Além de Novo Hamburgo, outros 11 parlamentos do interior gaúcho farão parte da Rede Legislativa, através da qual transmitirão futuramente suas programações no canal 61, em rede aberta UHF.

Atualmente, em Novo Hamburgo apenas os assinantes da NET e os internautas que acessam o site do Legislativo podem assistir à TV Câmara. Com a mudança, que ainda não tem prazo para ocorrer, a população hamburguense poderá acompanhar com mais facilidade o trabalho legislativo exibido pela TV Câmara.

No ato, realizado no Salão Júlio de Castilhos, a TV Assembleia gaúcha ingressou oficialmente na Rede Legislativa de TV Digital, ao lado das TVs Câmara e Senado, e dos canais legislativos do Distrito Federal, São Paulo, Minas Gerais e Ceará. A Rede Legislativa de TV Digital é transmitida pelo canal digital 61, que pode ser subdivido em quatro canais.

Para sintonizar a TV AL digital, é preciso ter em casa um televisor de plasma, LCD ou de LED com conversor digital integrado. Esse conversor também pode ser acoplado em aparelhos de televisão desse tipo que não o possuam de fábrica. O sinal está disponível para Porto Alegre e Região Metropolitana.

A programação da TV AL em sinal analógico continuará sendo transmitida pelo canal 16 da NET em Porto Alegre e mais 16 municípios do Estado.  A programação também pode ser assistida pela internet.

Informações de CMNH

FOTO: Maíra Kiefer / CMNH

Compartilhar

Crime eleitoral ainda pode ser denunciado ao MPE

Avançar »

Mensalão: Julgamento pode ser adiado até novembro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*