• Visualizações 486

ACI entrega pleitos de desenvolvimento econômico à senadora Ana Amélia

Reunião contará com o debate de aspectos do panorama econômico nacional. Na ocasião, serão entregues dois documentos com pleitos para a senadora.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha recebe, nesta sexta-feira, dia 03, a senadora Ana Amélia Lemos.

Na ocasião, o presidente da entidade, Marcelo Clark Alves, entregará dois documentos com pleitos para a senadora, considerados essenciais para o desenvolvimento econômico.

O objetivo da reunião, que contará com a presença dos demais vice-presidentes da entidade, do presidente da Fundação Semear, Edgar Luiz Fedrizzi Filho, do presidente da Fundação Desenvolvimento Ambiental – Fundamental, Paulo Borges, do deputado federal Renato Molling e do presidente do PP, Celso Bernardi, será o debate de aspectos do panorama econômico nacional, sob a ótica do Senado.

Além de dois temas há muito concorridos pela entidade: a extinção definitiva da contribuição do adicional de 10% na multa rescisória do FGTS na demissão sem justa causa, e que agora encontra-se no Senado Federal para votação na próxima semana, após aprovação pela Câmara dos Deputados, e a defesa pela implantação do Plano Nacional de Educação – PNE, que também já está no Senado.

O deputado Molling encaminhou à ACI-NH/CB/EV cópia da manifestação do Conselho Curador do Fundo, demonstrando o entendimento de que a contribuição social de 10%, paga como adicional pelos empregadores ao FGTS em caso de despedida sem justa causa, por conta dos pagamentos dos expurgos derivados do Plano Verão (fevereiro/1989) e do Plano Collor (março/1990) pode ser extinta desde terça-feira, dia 31, já estando coberta oficialmente.

A percentagem adicional foi instituída pela Lei Complementar 110, em 29 de junho de 2001. A ACI manifestará sua posição junto a senadora, solicitando a sua intervenção na busca da mudança na redação do projeto de Lei do Senado, de 2007, de autoria do senador Romero Jucá, onde cita a emenda que estabelece que a contribuição social será cobrada até 01 de junho de 2013.

Informações de Zotti Comunicação

FOTO: ilustrativa / outroladodanoticia

Compartilhar

Esposa de Carlinhos Cachoeira é acusada de chantagear juiz com dossiê

Avançar »

Julgamento do mensalão começa com 38 réus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*