• Visualizações 498

CPI está “chapa-branca”, diz Pedro Taques, integrante da comissão

Senador defende que  dono da empreiteira Delta e governadores como Agnelo Queiroz e Sérgio Cabral sejam convocados.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O senador Pedro Taques (PDT-MT), integrante da CPI do Cachoeira, afirmou nesta quinta-feira, dia 17, que a comissão, composta majoritariamente por aliados da presidente Dilma Rousseff (PT), está mais para “chapa-branca” e corre o risco de ficar esvaziada.

Taques (foto) diz que a CPI precisa convocar, o mais rápido possível, o empresário Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta. Ele afirmou ainda que as regras que definem a atuação da comissão permitem convocar governadores de Estado. Segundo o senador, Agnelo Queiroz (PT-DF), Marconi Perillo (PSDB-GO) e Sérgio Cabral (PMDB-RJ) precisam ser convocados, algo que a maioria governista da comissão tem conseguido evitar.

Nem o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, nem jornalistas que tenham usado Carlos Cachoeira como fonte de informações precisam ser chamados pela CPI, disse Taques. “A comissão não pode ser usada como instrumento de vingança”, afirma.

O senador ainda fez piada, em uma parte descontraída comentou sobre sua semelhança física com Carlinhos Cachoeira o empresário preso e suspeito de comandar máfia de crime ilegal que dá nome à CPI. “Contra fatos não há argumentos. A minha mãe disse: Você parece muito. E aí eu respondi à minha mãe: Olha, eu estou pensando em fazer um exame de DNA’“, disse Taques.

Informações de Folha.com

FOTO: ilustrativa / estudiomega

Compartilhar

TSE recalcula e reduz multa aplicada a Lula

Avançar »

CGU informa que 162 servidores federais foram expulsos neste ano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*