Presidente Dilma Rousseff anuncia o novo ministro do Esporte: Aldo Rebelo

Substituto de Orlando Silva foi o relator do projeto de lei que atualiza o Código Florestal e propôs Dia do Saci Pererê.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP) foi anunciado nesta quinta-feira, dia 27, como o substituto de Orlando Silva no Ministério do Esporte. Silva pediu demissão nesta quarta, 26, à presidente Dilma Rousseff, após denúncias de irregularidades na pasta.

Leia Mais

Ministro Gilberto Carvalho confirma saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte

Em poucas palavras aos jornalistas, Rebelo disse que vai se inteirar das questões da pasta para depois se pronunciar. A posse, segundo o Planalto, será na próxima segunda-feira, 31. “Eu agradeci a confiança, disse que aceitava como um desafio”, declarou o novo ministro. Ele esteve reunido com Dilma e o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, nesta manhã.

Antes do anúncio, Orlando Silva deu um indicativo de que o deputado federal seria seu substituto. Em seu perfil no Twitter, Silva desejou bom trabalho ao correligionário. “Bom dia @aldorebelo ! Deus ilumine teus caminhos. Bom trabalho!”, disse a mensagem. O ex-ministro também utilizou a rede social para defender-se das denúncias. “Reafirmei com a presidenta minha inocência e compromisso com seu governo, que passo a defender de outra trincheira. A verdade vencerá!”

Novo ministro é relator do projeto

de atualização do Código Florestal

Deputado federal por São Paulo pelo quinto mandato consecutivo, Aldo Rebelo presidiu a Câmara entre 2005 e 2007 e foi ministro-chefe da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais de 2004 a 2005, durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Como deputado, Rebelo foi o relator do projeto de lei que atualiza o Código Florestal.

Outros projetos de sua autoria causaram polêmica. Um deles é o que trata da promoção, proteção e defesa da língua portuguesa. Atualmente em tramitação no Senado, a proposta combate o uso excessivo de expressões em língua estrangeira.

Outra proposta polêmica foi a criação do Dia do Saci Pererê no dia 31 de outubro – quando, em outros países, é comemorado o Halloween. Conforme o texto do PL 2762/2003, a lei “apoiará as iniciativas, programas e atividades culturais de entidades públicas (…), que poderão contribuir para a celebração do folclore brasileiro, através do Saci e de seus amigos (Iara, Curupira, Boitatá e tantos outros)”. A proposta, no entanto, não chegou a ser apreciada por nenhuma comissão da Casa e foi arquivada em janeiro de 2007, ao fim da legislatura.

Informações de Estadão

FOTO: reprodução / roraimahoje

Compartilhar

Ministro Gilberto Carvalho confirma saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte

Avançar »

Senado aprova criação da Comissão da Verdade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*