Palocci pede para sair

Ministro-chefe da Casa Civil confirma afastamento em nota nesta terça. Segundo jornalista Cristina Lôbo, cotada para substituí-lo é a senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR).

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Antonio Palocci, enfim, pede para sair. O ministro-chefe da Casa Civil deixou o cargo nesta terça- feira, dia 06.

O afastamento é confirmado quase um mês após a publicação de uma reportagem pelo jornal Folha de S. Paulo, segundo a qual o político teve o patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010, quando foi deputado federal pelo PT de São Paulo.

Leia Mais

Pedido de investigação sobre patrimônio de Palocci é arquivado

Oposição “dribla” o governo e convoca Palocci a dar explicações na Câmara

Caso Palocci: Governo alega que oposição partiu para a guerra política

De acordo com o blog da jornalista Cristina Lôbo, da Rede Globo, a mais cotada para assumir o cargo é a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). A saída de Palocci foi comunicada por meio de uma nota divulgada pela Casa Civil. Ele ficou pouco mais de seis meses no cargo e é o primeiro a deixar o ministério no Governo Dilma (PT).

Apesar de, nesta segunda, 07, o procurador-geral da República ter determinado o arquivamento dos pedidos de investigação de partidos de oposição, Palocci avaliou que a “continuidade do embate político poderia prejudicar suas atribuições no governo”.

Veja a nota da Casa Civil na íntegra:

O ministro Antonio Palocci entregou, nesta tarde, carta à presidenta Dilma Rousseff solicitando o seu afastamento do governo.

O ministro considera que a robusta manifestação do Procurador Geral da República confirma a legalidade e a retidão de suas atividades profissionais no período recente, bem como a inexistência de qualquer fundamento, ainda que mínimo, nas alegações apresentadas sobre sua conduta.

Considera, entretanto, que a continuidade do embate político poderia prejudicar suas atribuições no governo. Diante disso, preferiu solicitar seu afastamento.

———-

Com informações de portal G1

FOTO: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Compartilhar

Pedido de investigação sobre patrimônio de Palocci é arquivado

Avançar »

Gleisi Hoffmann é a nova ministra-chefe da Casa Civil

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*