• Visualizações 561

PMDB deseja manter os seis ministérios que comanda atualmente

Em jantar com o presidente Lula e Dilma Rousseff, Michel Temer defende que os partidos ocupem no próximo governo o mesmo espaço que têm hoje.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O PMDB quer manter o mesmo espaço no governo de Dilma Rousseff. A decisão do partido foi reforçada no domingo, dia 07, pelo vice-presidente eleito, Michel Temer (foto).

Durante jantar no Palácio da Alvorada, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora, Temer defendeu a tese de que os partidos ocupem no futuro governo o mesmo espaço que têm hoje – o PMDB comanda seis ministérios.

Dessa forma, avalia o vice-presidente eleito, o novo governo continuaria “arrumado” e seria colocado um ponto final nos pleitos dos partidos aliados por mais ministérios. Os peemedebistas argumentam que, se for para reivindicar mais espaço, o PMDB teria agora direito a ter mais ministérios, uma vez que participaram da vitória de Dilma, com a eleição de Temer em sua chapa presidencial.

Ao concordarem em manter o mesmo espaço no futuro governo, os peemedebistas deixaram claro que as indicações para os cargos serão feitas exclusivamente pelo partido. O PMDB não vai aceitar o que chama de “barriga de aluguel” no governo Dilma – ou seja, a nomeação de um ministro na cota do partido, mas, na prática, uma indicação do presidente da República.

Informações de Último Segundo

FOTO: Antonio Cruz / ABr

Compartilhar

Semana de Dilma Rousseff inclui reunião sobre salário mínimo

Avançar »

TCU recomenda paralisação de 32 obras do PAC por irregularidades graves

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*