• Visualizações 1094

Eleições 2010: Hamburguenses cumprem dever de cidadão nas urnas

Eleitores de Novo Hamburgo escolhem seus candidatos para ocupar os cargos de deputado estadual e federal, senadores, governador e presidente nos próximos quatro anos.

Felipe de Oliveira felipe@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O dia foi de “festa da democracia”, diriam os mais convictos do regime político da República Federativa do Brasil.

Nos quatro cantos do país, milhões de cidadãos foram às ruas escolher deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente.

Leia Mais

Blog Eleições 2010!

Em Novo Hamburgo, não foi diferente. Seja em Canudos, Boa Saúde, no Centro… O bairro não importa. Durante todo o domingo, dia 03, eleitores faziam filas nos colégios onde votam para escolher seus candidatos.

Estavam aptos 176.203 eleitores na Capital Nacional do Calçado. Se distribuíram entre as seções eleitorais com documento e colinha na mão. Afinal, memorizar o número de seis candidatos não é uma tarefa fácil. O Portal novohamburgo.org circulou pela cidade e a nota negativa foi, mais uma vez, o lixo despejado nas ruas pelos políticos na expectativa de fisgar os últimos indecisos.

APRENDENDO A VOTAR – Aos 34 anos, o vendedor Edson Klein nunca deixa de cumprir seu dever. Aliás, se diz especialista em eleições.

E não é para menos. Trabalhou como mesário em cinco pleitos até ser presidente de mesa. Essa é apenas a segunda vez nos últimos anos que participa apenas como eleitor.

Se o vendedor aprendeu bem a lição, pretende agora passá-la a diante. Foi votar acompanhado pelas três filhas de três, sete e 11 anos de idade (foto).

“Quero mostrar para elas a importância do nosso voto”, conta Klein, orgulhoso. “Mostrar que o poder está na mão do povo. É só querer.”

Bom de campanha

“Eu sou bom de fazer campanha.” Quem diz é o prefeito Tarcísio Zimmermann (PT), ao cumprimentar eleitores nas imediações da Escola Estadual Senador Salgado Filho, no bairro Canudos.

Em entrevista exclusiva ao novohamburgo.org, falou sobre a sensação diferente de participar de uma eleição sem ser candidato. Desde 2002, é o primeiro pleito em que Zimmermann não disputa cargos, depois de ganhar a Prefeitura de Novo Hamburgo, há dois anos.

“Estou me sentindo meio estranho. Não sou candidato”, confessa o prefeito. “Me senti meio tolhido. Em parte porque fiquei um pouco afastado da campanha, trabalhando como prefeito, em parte por não ser candidato mesmo.”

Tarcísio Zimmermann revela ainda que ficou mais nervoso durante a campanha. Entende que seu governo já é de alguma forma avaliado nas urnas. “É muito cedo para um julgamento, mas a gente sabe que está sendo feito.”

VOTO – O prefeito hamburguense votou na Escola Estadual Frederica Schutz Pacheco, no bairro Ouro Branco, Zona 76. Registrou o número dos candidatos que estampava em adesivos no peito na seção 335: Dilma Rousseff (PT) para presidente; Tarso Genro (PT) governador; Paulo Paim (PT) e Abgail Pereira (PCdoB) para senadores; Ronaldo Zulke (PT) para deputado federal e Luiz Lauermann (PT) para deputado estadual.

FOTOS: Felipe de Oliveira / novohamburgo.org

Compartilhar

Tarso Genro é o novo governador do Rio Grande do Sul

Avançar »

Eleições 2010: Congresso de cara nova

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*