• Visualizações 865

POLÊMICA: Vereadores vão à Casa Novo Hamburgo na Couromoda 2010

Antonio Lucas (PDT), Sergio Hanich (PMDB) e Volnei Campagnoni (PCdoB) estarão em São Paulo na semana que vem. Presidente Jesus Martins (PTB) decidiu que não vai viajar.

Da Redação redacao@novohamburgo.org

A Casa Novo Hamburgo na Couromoda 2010 já tem seus primeiros visitantes garantidos. Quase anfitriões: Antonio Lucas (PDT), Sergio Hanich (PMDB) e Volnei Campagnoni (PCdoB).

Leia Mais

Casa Novo Hamburgo na Couromoda 2010 já tem seus “moradores”

Os três vereadores hamburguenses estarão em São Paulo na semana que vem participando da feira que reúne o setor coureiro-calçadista. A justificativa é a fiscalização ao projeto pioneiro do Governo Tarcísio (PT) que proporciona um espaço para fabricantes da Capital Nacional do Calçado exporem seus produtos com apoio do poder público.

A Couromoda 2010 ocorre de 18 a 21 de janeiro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Capital paulista. As despesas dos parlamentares nesse período também saem dos cofres municipais.

PRESIDENTE DESISTE – Quem também viajaria à São Paulo é o presidente da Câmara Municipal, Jesus Martins (foto abaixo), do PTB. Decidiu, no entanto, ficar em Novo Hamburgo. Viagens com o dinheiro público são contra os seus princípios, garante o petebista. Aliás, foi compromisso de campanha: não viajaria.

A Couromoda 2010 é tema da primeira polêmica do ano. Outros vereadores gostariam de participar da feira. Só que a Mesa Diretora não abriu exceções às definições feitas ainda em 2009. Parecer do Instituto Gama, que presta consultoria à Câmara hamburguense, desaconselho esse tipo de viagem. Já a assessoria jurídica da Casa dá suporte a vereadores que componham a Direção ou a Comissão de Competitividade, Economia, Finanças, Competitividade, Orçamento e Gestão.

O impasse pode parar no Tribunal de Contas do Estado – TCE. Se os ministros avaliarem como impróprios os gastos com viagens, os parlamentares terão de devolvê-los ao erário municipal e ainda ficam sujeitos a processo. Jesus Martins já decidiu. As próximas viagens serão autorizadas apenas se a Presidência receber convite formal das instituições organizadoras dos eventos fim.

JUSTIFICATIVAS

Os três vereadores que vão à Couromoda encontram argumentos para sustentar suas viagens. Lucas é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Calçadista e acredita que foi em visitas anteriores a feiras do setor que os vereadores perceberam a necessidade de um espaço para os empresários da cidade, referido-se à Casa Novo Hamburgo.

“Novo Hamburgo é a capital nacional do calçado, temos que divulgar”, defende o pedetista. Volnei, que também é membro da frente parlamentar e 2º secretário da Mesa, compartilha da opinião do colega. O comunista diz que vai divulgar a cidade “e fazer meu papel de vereador, que é o de fiscalizar. Como não participamos da escolha das empresas, vamos ver de perto”. Hanich, vice-presidente da Câmara, representará a Casa na ausência do titular. “É muito importante. A Prefeitura fez um grande investimento. Vamos ver o andamento.”

Saiba Mais: site oficial da Couromoda

A FEIRA – A Feira Internacional de Calçados, Artigos Esportivos e Artefatos de Couro – Couromoda conta com mais de mil expositores, que respondem por 90% da produção brasileira. Atrai importadores de mais de 60 países. Aproximadamente 25% do total de vendas anuais da indústria brasileira de calçados é fechado ou encaminhado durante o evento, que na edição de 2009 recebeu 65 mil visitas profissionais.

Com informações da Imprensa da Câmara Municipal de Novo Hamburgo

FOTOS: divulgação / AI-CMNH

Compartilhar

Jesus Martins toma posse como presidente da Câmara de Vereadores hamburguense

Avançar »

Marina Silva deve ter alta hoje do Incor

5 comentários

  1. Marco Antonio Boccasius Johann
    12 de janeiro de 2010

    Concordo que o papel dos vereadores é de fiscalizar. Mas quem vai fiscalizar os próprios vereadores? Não seria mais importante fiscalizar o uso de carros oficiais em atividades pessoais? Ou a guarda de retro-escavadeiras? Ou, ainda, fiscalizar assédios e propinas na prefeitura? Tanta coisa para fiscalizar, sem a necessidade de gastos ao erário, apenas cumprindo seus papéis públicos.

    Responder
  2. fabio wasem
    14 de janeiro de 2010

    Infelizmente setores de nossa cidade insistem em demonizar qualquer tipo de gasto com viagens de nossos parlamentares,para alguns nem deveria haver democracia.
    todos sabemos qual o papel dos vereadores,e é este mesmo,fiscalizar os investimentos do executivo.
    Os mesmos que reclamam deste gasto possivelmente também reclamam que o setor calçadista passa por problemas.
    o nome disso é economia de palito.

    Responder
  3. Marco Antonio Boccasius Johann
    14 de janeiro de 2010

    Prezado Fábio. Se há reclamação, é porque há precedentes. Faço a seguinte pergunta: Se o vereador Volnei fosse ainda filiado ao PMDB, e não ao PCdoB, seria essa a sua posição? Provavelmente estarias hoje também questionando esses gastos, que preferes referir-se como “demonizar”. Isso chama-se conveniência.

    Responder
  4. joel gross
    19 de janeiro de 2010

    Caros leitores antes de acreditar que não é importante termos representantes na couro moda porque não visitam os gabinetes dos vereadores e perguntam pros mesmos o que eles estão fazendo pela comunidade, acompanhem um deles por uma semana um mês quanto tempo for necessário para que vocês possam ver o trabalho de cada um, eu faço isso e sei aonde coloco meu voto.

    Responder
  5. joel gross
    19 de janeiro de 2010

    Marco Antonio Boccasius Johann, garanto ati que não entende de politica, so fala e escreve o que ouve ou lê, te garanto que se fiseres o que postei no comentario anterior ficará surpreso com o que é feito pela comunidade dentro desta casa legislativa.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*