• Visualizações 510

Primeiro-Ministro malaio afirma que avião desaparecido caiu no Oceano Índico

Segundo o premiê, não há sobreviventes. Aviões chineses e australianos viram objetos em uma área a 2,5 mil km da cidade litorânea de Perth, na Austrália.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter) 

Conforme o Primeiro-Ministro malaio, Najib Razak,  o avião da Malaysia Airlines, desaparecido há 15 dias caiu no sul do Oceano Índico, longe de sua rota original, e que não há sobreviventes entre os 239 ocupantes. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, dia 24. Segundo o premiê, não há sobreviventes.

“É, portanto, com profunda tristeza e pesar que devo informá-los que, de acordo com novos dados, o voo MH370 caiu no Oceano Índico”, disse Razak em coletiva de imprensa convocada extraordinariamenteem Kuala Lumpur. A informação foi obtida com base em uma nova análise de dados de satélites da companhia Inmarsat e da Agência de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido – AAIB, sigla em inglês, que apontaram que a última localização do avião foi no sul do Índico.

No entanto, Razak, não confirmou que objetos que foram vistos no mar por aviões chineses e australianos sejam de fato alguns destroços do avião. Vale ressaltar que os objetos foram vistos em uma área a 2,5 mil km da cidade litorânea de Perth, na Austrália. Ainda serão realizadas algumas vistorias na região.

Informações de cp / g1 / uol

FOTO:  Mohd Rasfan/ AFP

Compartilhar

Inserção da Crimeia é aprovada; e Vladimir Putin assina a lei

Avançar »

Captura de três generais é anunciada por Nicolás Maduro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*