• Visualizações 639

Após cinco meses, torcedores do Corinthians são libertados na Bolívia

Brasileiros fazem parte do grupo de 12 acusados pela morte do adolescente boliviano Kevin Spada, atingido por um sinalizador. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O advogado Davi Gebara Neto informou nesta quarta-feira, dia 24, que os cinco torcedores brasileiros detidos na Bolívia desde fevereiro já foram libertados. “[Eles] saíram e já estão em procedimento de retorno”, declarou.

Neto representa a Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians. Os cinco torcedores fazem parte do grupo de 12 corintianos que foram acusados pela morte do adolescente boliviano Kevin Spada, atingido por um sinalizador, durante um jogo entre o Corinthians e o San José, válido pela Taça Libertadores da América, em Oruro, na Bolívia. Os outros sete acusados foram libertados no início de junho.

Todos os presos negam o envolvimento na morte de Spada. A apuração do caso deve continuar na Justiça brasileira. O Corinthians chegou a doar US$ 50 mil para a família de Kevin – após isso, era esperada a soltura dos cinco torcedores. Os representantes do governo brasileiro estiveram na Bolívia nas últimas três semanas para negociar a libertação dos torcedores presos.

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa / esportes.r7.com

Compartilhar

Rainha da Inglaterra visita seu bisneto recém-nascido

Avançar »

Acidente de trem mata 78 e deixa 143 feridos na Espanha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*