• Visualizações 366

Índice de desemprego bate novo recorde na Grécia em abril

Quase 27% da população do país não está trabalhando. Jovens entre 15 a 24 continuam sendo os mais prejudicados. Esta é a pior marca desde o início da crise.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A taxa de desemprego na Grécia tornou a subir e atingiu um novo recorde no mês de abril. O percentual de pessoas sem ocupação no país subiu 26,9%, ante 26,8% comparado com março.

De acordo com as estatísticas do serviço ELSTAT, esta é a leitura mais alta desde que os dados passaram a ser publicados, em 2006. A crise de desemprego que atinge a nação é quase duas vezes maior comparada com a zona euro, que atingiu 12,2% em maio.

“O fato importante é que quase dois, em cada três, têm ficado fora do trabalho por mais de 12 meses”, disse o economista do instituto de pesquisa IOBE, Angelos Tsakanikas.

Os mais afetados pela crise são aqueles com idade entre 15 e 24 anos. Mesmo com o resultados desfavoráveis, a taxa de desemprego para a faixa etária caiu de 58,3% para 57,5% em março.

O índice de desemprego na Grécia triplicou desde o início da crise em 2009, época em que centenas de milhares de pessoas perderam o trabalho ou seus negócios.

Informações de Reuters.com.br

FOTO: reprodução / redebrasilatual.com.br

Compartilhar

Deslizamento de terra soterra dezenas na China

Avançar »

No Uruguai, Dilma diz que manifestações têm de ser respeitadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*