Crise internacional não afetou turismo no Brasil, diz presidente da Embratur

América do Sul é a origem de 46% dos turistas que visitaram o país em 2010. Neste ano, foram 5,5 milhões, no total.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A crise econômica internacional passa longe do setor de turismo no Brasil. Há mais turistas estrangeiros no país – e eles têm gastado mais. É o que afirma o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo – Embratur, Flávio Dino.

“Até o fim do ano, cerca de 5,5 milhões de turistas estrangeiros terão visitado o Brasil”, projeta. “É um número recorde. Em 2010, foram 5,1 milhões. Isso representa um aumento de 7,8%, percentual que é quase o dobro do registrado no mundo [4%].”

Em termos de divisas, os gastos dos turistas estrangeiros no Brasil, o aumento supera os 10% no mesmo período, passando de US$ 5,9 bilhões para US$ 6,5 bilhões. “Se compararmos com 2003, o ingresso de turistas aumentou 25% e as divisas cresceram 139%, ou seja, está aumentando cada vez mais e com tendência de aceleração”, explica o presidente da Embratur.

Segundo ele, a crise internacional não foi sentida pelo setor porque o turismo apostou na diversidade de mercado, diminuindo a dependência de turistas norte-americanos e europeus – os mais atingidos pela crise – e ampliando as campanhas que associam o Brasil a formas de turismo que vão além das praias. “Nossas campanhas mostram a diversidade de opções turísticas no Brasil e são dirigidas principalmente aos países da América do Sul, origem de 46% dos turistas que visitaram o país em 2010.”

Segundo Dino, os três países que mais têm aumentado o envio de turistas ao Brasil são sul-americanos, liderados pela Argentina. Nesses países, o Produto Interno Bruto – PIB tem apresentado maior crescimento, apesar da crise na Europa e nos Estados Unidos. Além disso, outro fator que tem favorecido é a melhoria das condições de infraestrutura geral e da dedicada ao setor turístico. “O crescimento da malha aérea brasileira mostra bem isso, com o maior e mais vigoroso crescimento do planeta [15%]”, acrescentou.

Brasil será apresentado como “destino

completo” para turistas em 2012

Dino aponta a visão projetada pelo país no exterior – de sucesso na política econômica – como determinante para o interesse de turistas internacionais pelo país. Ajudam também megaeventos, como o Rock in Rio e os Jogos Mundiais Militares.

“Não só pelo público direto envolvido, mas pelo efeito dominó que esses eventos causam, gerando o interesse de outras pessoas em, futuramente, conhecer o Brasil. Continuamos buscando e ampliando a diversificação. Por isso apresentaremos, nas campanhas de 2012, o Brasil como destino completo para os turistas”, promete.

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa / GettyImages

Compartilhar

“Estamos preocupados com o povo norte-coreano”, diz Hillary Clinton

Avançar »

França suspeita de problemas em 25 mil próteses de mama implantadas em brasileiras

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*