Venda do CD “Back to Black”, de Amy Winehouse, aumenta 37 vezes após morte da cantora

Fãs compraram 50 mil cópias de seus CDs na semana que terminou em 24 de julho. Nas outras semanas do ano, foram 44 mil.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A morte da cantora britânica Amy Winehouse disparou as vendas de seu último disco, Back to Black. O interesse comercial pelo álbum considerado por fãs e críticos como o melhor de sua carreira aumentou 37 vezes.

Leia Mais

Cremação de Amy Winehouse reúne apenas família e amigos próximos

Seu primeiro disco, Frank, também registrou aumento na procura. O sistema de monitoramento de vendas recordes Nielsen SoundScan revelou que fãs da cantora compraram 50 mil cópias de seus CDs na semana que terminou em 24 de julho, comparadas às 44 mil unidades adquiridas em todas as outras semanas de 2011.

Mais de 95 por cento das vendas totais foram de downloads pela Internet. Rehab foi a música baixada mais vezes, com 34 mil vendas digitais nos Estados Unidos. Os fãs compraram um total de 111 mil músicas de Amy em versão digital, aumento de dois mil por cento sobre a semana anterior, segundo o Nielsen SoundScan.

NOVIDADE – Após a morte da cantora, aumentaram os rumores de que estaria pronto o terceiro disco de sua carreira. De acordo com uma reportagem publicada pela revista People em maio deste ano, o lançamento foi adiado após Amy ser internada numa clínica de habilitação. Em entrevista ao jornal Metro, em julho de 2010, ela afirmou que o álbum estaria nas lojas num prazo máximo de seis meses. O produtor Mark Ronson, porém, afirma que Amy não chegou a gravar as músicas.

Informações de portal Terra e Veja

FOTO: reprodução

Compartilhar

Autor confesso de ataques na Noruega pede perdão por “algo necessário”

Avançar »

Brasileiros são encontrados mortos no Peru

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*