Obama lança campanha à reeleição através de seu site

Presidente dos Estados Unidos explica que luta para proteger o progresso muito antes de começar a campanha a sério.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou em seu site sua candidatura à reeleição em 2012, declarando que o país precisa “proteger o progresso conquistado”.

“Hoje, estamos apresentando documentos para lançar nossa campanha de 2012”, afirma Obama, que ficou conhecido na campanha de 2008 pelo bom uso dos recursos da Internet para angariar votos e fundos.

O presidente explicou que, assim como seu governo e seus partidários em todo o país “lutam para proteger o progresso que conquistamos – e por fazer mais -, nós também temos que começar a nos mobilizarmos para 2012, muito antes de que chegue o momento de que eu comece a campanha a sério”.

Obama disse ainda que nos próximos dias seus seguidores começarão a criar uma nova organização nas cidades de todo o país. “E eu precisarei de vocês para ajudar a dar forma ao nosso plano, enquanto criamos uma campanha de maior alcance, mais centrada e mais inovadora que qualquer outra coisa que já construímos antes”, destacou.

O anúncio foi precedido por um vídeo no qual um grupo de partidários do presidente falam sobre a importância de continuar o trabalho iniciado pelo presidente após a eleição em 2008. Nele, profissionais de diferentes estados do país no qual expressam seu desejo de participar da campanha de Obama e suas motivações políticas e pessoais para fazê-lo.

O presidente garantiu ainda que esta será sua última campanha, “pelo menos como candidato”. O democrata começou sua carreira como senador por Illinois. “Mas a causa de fazer uma diferença duradoura em nossas famílias, nossas comunidades e nosso país nunca se tratou de apenas uma pessoa. E só terá êxito se trabalharmos juntos”.

O anúncio do presidente era esperado pela imprensa americana, que tinha antecipado as ações desta segunda-feira. A emissora CNN afirmou no domingo, 03, que Obama já tinha feito ligações para seus principais doadores, e que nesta segunda-feira, 04, o vice-presidente Joe Biden estará em New Hampshire para se reunir com os grupos que desempenham um papel-chave neste Estado.

Popularidade entre o eleitorado

No sistema eleitoral americano, o presidente terá que participar primeiramente de uma eleição partidária para conseguir o posto de candidato do Partido Democrata – uma eleição que dificilmente perderá.

Segundo uma pesquisa divulgada no começo do mês pela Universidade Quinnipiac, Obama é considerado um “sedutor” por grande parte dos americanos, com índice de aprovação em 74%.

Mas para vencer a eleição popular, Obama terá de enfrentar a decepção de muitos de seus eleitores de 2008 com a lenta recuperação econômica, a demora da implementação de seu projeto de reforma da saúde e o fracasso da guerra contra o terrorismo no Afeganistão.

Informações de Folha.com

FOTO: reprodução

Compartilhar

Encontrados restos mortais de vítimas do vôo 447 da Air France

Avançar »

Japão pede desculpas aos países vizinhos a respeito de água radioativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*