• Visualizações 1205

Pastor desiste de queimar Alcorão

O plano do pastor Terry Jones em atear fogo ao livro sagrado do Islã neste 11 de setembro gerou protestos mundiais

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Na manhã deste sábado, 11, o pastor Terry Jones disse que sua igreja não vai mais realizar a queima de exemplares do Alcorão.

O ‘protesto’, segundo o pastor, era contra a construção da mesquita próxima ao Marco Zero, local dos ataques às torres gêmeas em 11 de setembro de 2001.

Leia Mais

Os nove anos dos atentados de 11 de setembro são lembrados neste sábado

Jones é o líder de uma pequena igreja evangélica do estado americano da Flórida e se colocou no centro de uma polêmica mundial nos últimos dias, ameaçando queimar o livro sagrado do Islã no dia do nono aniversário dos ataques terroristas.

Na quinta-feira, o pastor havia comunicado ter suspendido a queima, após receber a promessa de revisão do local  onde será construído um centro cultural islâmico e a mesquita. Mas na última sexta-feira, Terry Jones deu sinais contraditórios se realizaria ou não a queima dos livros, criando tensão e expectativa,

Neste sábado, Jones declarou a um programa da Rede NBC, que definitivamente não queimará mais o Alcorão, nem hoje, nem nunca.

Informações G1

Foto: reprodução G1

Compartilhar

11 de setembro: Os nove anos da queda das torres gêmeas

Avançar »

The New York Times deixará de ter edição impressa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*