• Visualizações 983

Site iraniano publica textos que questionam existência do Holocausto

Conteúdo da página é dedicado aos que “foram assassinados a pretexto do Holocausto”, utilizando-se de clichês antissemitas. –

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O site Holocartoons.com, de origem iraniana, utiliza textos e charges satíricas que negam o Holocausto. Nelas, está dito que ”o assassinato de seis milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial, conhecido como Holocausto, é pura mentira”.

A página, que abre com a frase “Em Nome de Allah” e a canção tema da Pantera Cor de Rosa, de Henry Mancini, é dedicado a todos que, segundo o Irã, ”foram assassinados a pretexto do Holocausto”, referindo-se aos palestinos mortos em confronto com Israel.

O texto também reproduz chavões antissemitas, como a idéia de que os judeus tentam dominar o mundo através do dinheiro. O site é financiado por uma ONG e o conteúdo é baseado num livro lançado em 2008.

PROCESSO – Desde a Revolução Islâmica de 1979, o Irã não reconhece Israel como um Estado soberano e se refere a ele como “entidade sionista”. Em 2005, o presidente Mahmoud Ahmadinejad se referiu ao Holocausto como “um conto de fadas”. No ano seguinte, o regime iraniano patrocinou uma conferência sobre o tema em Teerã que contou com a presença de líderes antissemitas e neonazistas.

Em 2009, a Liga Árabe Européia – LAE foi processada pelo Ministério Público de Utrecht, província holandesa, por ter publicado uma charge que negava o Holocausto em seu site. A promotoria alegou que a imagem poderia “ser considerada como discriminatória”.

Uma das charges publicadas no Holocartoons.com

Informações de JB

FOTOS: reprodução / holocartoons.com

Compartilhar

Jornal norte-americano publica reportagem sobre espionagem de informações

Avançar »

“Aliados” comparecem à cerimônia pelos 65 anos da explosão em Hiroshima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*