• Visualizações 2321

Em época de Copa, “Cala boca, Galvão” vira assunto mundial

VEJA O VÍDEO! Piada brasileira com o narrador da Rede Globo vira febre na Internet. Brincadeira começou na última quinta-feira, na abertura do Mundial da África do Sul.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

“Cala boca, Galvão” é um dos tópicos mais comentados no Twitter há cinco dias – na frente até mesmo de “Fifa World Cup”.

Ao redor do mundo, alguns acreditaram que se trata de uma campanha para salvar um pássaro em extinção. Outros, que é um clip inédito da cantora americana Lady Gaga. Quem é brasileiro logo entendeu – mas guardou segredo.

Até que o jornal espanhol El País revelou: “na verdade, ‘Cala boca, Galvão’ é uma grande piada dos usuários brasileiros. Galvão Bueno é um dos narradores esportivos mais conhecidos no país do futebol”.

A brincadeira começou na quinta-feira, 10 de junho, durante a cerimônia de abertura da Copa do Mundo da África do Sul. “Galvão Bueno, locutor da TV Globo, não parava de falar durante a transmissão”, descreveu El País nesta segunda-feira, dia 14. Telespectadores brasileiros começaram a publicar a frase “Cala boca, Galvão” em seus microblogs, até que ela entrou nos “trending topics” – a lista dos assuntos mais comentados no serviço.

Quando usuários de outros países perguntaram do que se tratava, os brasileiros criaram uma quantidade de explicações – todas elas falsas, mas com o propósito de fazer com que o termo fosse cada vez mais publicado.

A versão mais difundida diz que Galvão é um pássaro em extinção, e que cada “tweet” com o termo resultaria na doação de R$ 0,10 para um certo “Galvão Institute”. Um vídeo em inglês de qualidade diz que mais de 300 mil desses pássaros são mortos a cada carnaval para confeccionar fantasias com as penas.

O assunto foi parar nos blogs do New York Times, como The Ledeeste, sobre a Copa do Mundo. O Global Voices também explicou o “fenômeno”, que já está até na Wikipedia.

Artistas da Globo saíram em defesa do locutor, com o tweet “Free Galvão”, relatou a Veja. O site de tecnologia Mashable explicou a brincadeira numa lista dos tópicos da Copa mais mencionados no Twitter. O Globo comentou, citando os usuários: “há quem diga que é a maior piada interna do mundo”.

[nh]bdTadK9p14A[/nh]

Galvão Bueno encara protesto com bom humor

“O Ayrton Senna tinha as orelhas grandes e por isso eu o chamava de ‘Dumbo’. Aí, ele me botou o apelido de papagaio. E não é que essa campanha é pra salvar o papagaio Galvão? Isso faz parte, é muito legal. A gente entra na casa das pessoas (transmissão da televisão) e as pessoas têm todo direito de brincar com a gente. Estou sério na campanha”, afirmou Galvão Bueno, quando questionado sobre sua opinião acerca do fênomeno.

Com informações do Jornal Feira Hoje

FOTO: reprodução / O Globo

Compartilhar

Crescimento do entretenimento será puxado por Brasil e China

Avançar »

Fotos de internautas podem ser levadas para o espaço

3 comentários

  1. 153191
    17 de junho de 2010

    surgiu uno passaro que precisa tambem ser salvo é o CALA BOCA FAUSTAO

    Responder
  2. 7894
    17 de junho de 2010

    CALA BOCA FAUSTAO
    CALA BOCA GALVÃO
    CALA BOCA HEBE CAMARGO

    Responder
  3. Jackk
    22 de junho de 2010

    CALA A BOCA GUGU
    CALA A BOCA RAUL GIL
    CALA A BOCA SILVIO SANTOS
    CALA A BOCA MINHA SOGRA

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*