• Visualizações 1046

Venezuela prolonga feriado de Páscoa para economizar energia

Escolas, universidades, comércio, bancos e repartições públicas ficarão fechados até o dia 05 de abril, a fim de evitar ameaças de racionamento e de queda de energia nesses locais

Da Redação – redacao@novohamburgo.org

O feriado da Semana Santa começou nesta segunda-feira, 29, na Venezuela e se prolongará até a próxima segunda-feira, dia 05. O objetivo é economizar energia, considerando que o país passa por uma grave crise desde o final do ano passado. Escolas, universidades, comércio, bancos e repartições públicas ficarão fechados. De acordo com dados oficiais, 15 milhões de venezuelanos estão mobilizados.

O diretor nacional de Proteção Civil (PC) e Gestão de Desastres, Luis Diaz Curvelo, disse que o prolongamento do feriado servirá para alguns aproveitarem os dias de folga como férias. Segundo ele, as agências estatais vão garantir a segurança, prevenção e assistência necessárias para a tranquilidade durante a Páscoa.

Diaz Curvelo informou que foram implantados 3. 214 pontos fixos e móveis de controle em todo o território. O objetivo é evitar ameaças de racionamento e de queda de energia nesses locais. Além das áreas de saúde e segurança nacional, os pontos incluem o Instituto Nacional de Terras de Trânsito (INTT), a Guarda Nacional Bolivariana (GNB), os bombeiros e Proteção Civil.

Turismo
As áreas de turismo também são consideradas prioritárias e contam com 277 pontos, conforme informou o Ministério do Poder Popular para o Turismo. São  255 praias identificadas como adequadas, mas Diaz Curvelo lembrou que há restrições a visitas ao parque nacional, porque no local há ameaças de incêndio.

A Venezuela passa por dificuldades no abastecimento de energia em decorrência da baixa produção da Estação de Guri – a principal do país. Desde o final do ano passado são tomadas medidas de restrição. Atualmente, os venezuelanos são levados a cortar 20% do consumo energético. Houve registro de apagões em algumas áreas do país.

Apoio do Brasil
O governo brasileiro colabora para buscar uma solução para a crise de energia na Venezuela. Ministros de ambos os países já conversaram e técnicos brasileiros foram enviados a Caracas.

Informações ABr

Compartilhar

Fórmula 1: Button vence na Austrália em corrida espetacular

Avançar »

Brasileiro disputa o Campeonato Mundial de Futebol Freestyle na África do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*