São Leopoldo envia segundo decreto de situação de emergência

Texto foi enviado após recusa da Defesa Civil do primeiro pedido. Prejuízos causados pelas chuvas na cidade chegaram a R$ 47 milhões.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A prefeitura de São Leopoldo encaminhou nesta quinta-feira, dia 05, um novo documento decretando situação de emergência ao governo gaúcho. Um primeiro decreto chegou a ser enviado, mas foi recusado pela Defesa Civil do Estado e Ministério da Integração Nacional.

O levantamento final constando os estragos causados pela cheia do Rio dos Sinos no município estimam prejuízos em R$ 47 milhões. Segundo o secretário municipal de Segurança e Defesa Comunitária, Carlos Azeredo, uma norma federal define que a cidade comunique, estragos parciais em cinco dias. O ato não pôde ser feito pois a Defesa Civil trabalhou por quatro dias no auxilio de moradores ilhados e com as casas invadidas pela água.

Passada uma semana desde que a medição do Rio dos Sinos ultrapassava os seis metros, a situação do manancial se estabilizou. A última medição, realizada nesta quinta-feira, 05, mostrou que o nível da água era de 3,80 metros, conforme informa o diretor da Defesa Civil de São Leopoldo, Diogo Arns.

Informações de Correio do Povo

FOTO: ilustrativa / Portal G1

Compartilhar

Lançamento do 184º Kerb de São Miguel acontece nesta quarta-feira

Avançar »

Sete de setembro | Confira o funcionamento dos serviços públicos neste feriado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*