Caos no Transporte: Falha no Trensurb aumenta transtornos para chegar à Capital

Dificuldades diárias enfrentadas por moradores do Vale do Sinos para ir a Porto Alegre aumentaram na manhã desta terça-feira.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Só quem vai diariamente do Vale do Sinos a Porto Alegre sabe a dificuldade que a viagem representa.

Seja pelo trânsito intenso na BR 116 ou pelas deficiências no transporte público, todo mundo já se atrasou para um compromisso. E nesta terça-feira, dia 21, havia mais um obstáculo. Falhas no sistema que faz o Trensurb funcionar. Resultado: congestionamento na rodovia de aproximadamente oito quilômetros. Quem soube do problema, saiu de casa de carro.

Um rompimento em um fio de contato da rede aérea da Estação Farrapos, na Capital, gerou transtornos nas viagens dos trens desde as primeiras horas da manhã. As linhas funcionavam apenas entre as estações Anchieta e São Leopoldo, nos sentidos Norte e Sul, com intervalos de 15 minutos. A partir daí, passageiros eram orientados a desembarcar e tomar os ônibus que fazem integração na Região Metropolitana.

A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A providenciou o transbordo com os coletivos da Conorte, no sentido Vale do Sinos a Porto Alegre, e da Carris, da Estação Mercado em direção à Anchieta. Filas de passageiros se formavam a partir das 07 horas, todos à espera do reparo ou buscando outras opções (foto).

Informações de rádio Gaúcha

FOTO: Agência RBS

Compartilhar

Campo Bom: Cães aguardam um lar

Avançar »

Número de vagões chegou ao limite, diz presidente da Trensurb

3 comentários

  1. mauricio silveira gonçalves
    21 de junho de 2011

    Incompetência, o trensurb realizou concurso para cargos técnicos em 2010, e em vez de contratar os mesmos só contrata advogados.

    Responder
  2. Regina Pires
    22 de junho de 2011

    Pois é… Sabe-se que a Trensurb tem aproximadamente 158 cargos de confiança e comissionados. Quem menos ganha, ganha R$ 3.800,00 mais os penduricalhos… Será que nao dá para melhorar?

    Responder
  3. Andrey
    18 de agosto de 2011

    Pelo que eu sei o problema foi num dos cabos em CANOAS, e não em Porto Alegre.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*