Torcedores gremistas recusam pedido de desculpas da Geral no Facebook

Briga de torcida organizada não ofuscou o brilho da inauguração da nova Arena do Grêmio, que foi palco de festa, alegrias e demonstrações de amor por um time.

Da Redação redação@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Em relação ao tumulto gerado pela organizada do Grêmio na inauguração da Arena, torcedores gremistas não aceitaram o pedido de desculpas publicado pela Geral no Facebook após a briga que envolveu a Torcida Organizada no jogo de inauguração. Nos comentários da publicação, vários torcedores criticam a postura da Geral e dizem que o pedido de desculpas não apagará a imagem ruim deixada no primeiro jogo da nova casa.

Confira alguns comentários no Facebook da Geral:

“Desculpas não apagam a vergonha, de que adianta o clube tentar ser de primeiro mundo com essa chinelagem aí?”

“Sou torcedor do Grêmio desde 1970, vocês TÊM QUE SER BANIDOS, TEM QUE TER CADEIRAS NO LUGAR DE VOCÊS, VOCÊS SÃO INCOMPETENTES , VERGONHOSOS, vocês também brigavam no Olímpico, isso não era novidade, vocês tinham que aprontar!”

“Geral é o pulmão do Grêmio, sem ela o estádio morre. Só que às vezes pisam na bola, tem que ver mesmo se são pessoas ligadas à Geral.”

“O pedido de desculpa é apenas um passo. Que a Geral passe a dar exemplo de bom comportamento a partir de agora, banindo os baderneiros. Estádio de futebol deve ser um lugar de festa, família, amizades. Tolerância zero com brigas.”

“Lugar de arruaceiro-marginal é no presídio!”

“Vergonha fazer fiasco na inauguração da ARENA”

Festa

O espetáculo teve início às 20h45min, com fogos de artifício e show de luzes. Logo de cara, o hino tricolor foi entoado pelos milhares de torcedores que lotaram a Arena. O evento continuou com uma apresentação do trio performático Blue Man Group, cheia de luzes e músicas agitadas. A Banda Marcial do Corpo dos Fuzileiros Navais tocou o hino brasileiro, cantado por muitos, e em seguida o hino Rio -Grandense, cantado por todos.

O gramado se tornou palco para a coreografia de músicas típicas do Estado, como “Céu, sol, sul, terra e cor” e “Eu sou do sul”. Ex-ídolos gremistas entraram em campo e foram homenageados, entre eles Danrlei, Jardel, Hugo De León, Dinho e Carlos Miguel. Nesse caso, a surpresa ficou por conta da não aparição de Renato Gaúcho, herói da campanha de 1983.

Veja abaixo algumas fotos do espetáculo:

Dentro de campo

Com uma vitória, por 2 a 1, sobre o Hamburgo, da Alemanha, o grêmio reeditou o placar do Mundial de 1983 sobre o mesmo adversário, que tornou a equipe gaúcha campeã do mundo. Pressionado a conquistar um bom resultado, o Grêmio partiu para cima do Hamburgo no início da partida e ficou por lá até o fim do jogo. E logo aos 9 minutos, após cobrança de escanteio,André Lima, de cabeça, marcou o primeiro gol no novo estádio. Na comemoração, ele imitou a dança de Kidiaba, goleiro do Mazembe, time que eliminou o Internacional do Mundial de Clubes 2010.

Na volta do intervalo, os alemães voltaram melhores, depois de várias chances de gol, conseguiram marcar. Após um rebote de escanteio, Westermann bateu, a bola desviou em Marcelo Moreno e passou pelo goleiro Marcelo Grohe: 1 a 1.

Aos 42 minutos, quando tudo parecia se encaminhar para um empate, o Grêmio conseguiu o gol da vitória. Após cruzamento da direita, Marcelo Moreno colocou a bola na rede, para delírio dos torcedores que lotaram a Arena.

Informações de Zero Hora

FOTO: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Compartilhar

Após empate no último jogo do Olímpico, começa a retirada de goleiras do estádio

Avançar »

Em ritmo acelerado de obras, gramado do Beira-Rio é totalmente retirado

Um comentário

  1. vanderlei
    10 de dezembro de 2012

    temos que fazer um abaixo assinado para terminar com a geral.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*