Gauchão 2011: Noia empata no Vale e Grêmio é derrotado na Serra

Jogando no Estádio do Vale, o Anilado não sai do 0 a 0 com o Caxias. Já no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, o Grêmio sofreu a virada e foi derrotado por 3 a 2 pelo Juventude.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Chances desperdiçadas! Jogando no Estádio do Vale, o Anilado não sai do 0 a 0 com o Caxias e desperdiça uma grande chance de se aproximar da vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro.

Já no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, o Grêmio sofreu a virada, foi derrotado por 3 a 2 pelo Juventude e deixou de abrir frente para consolidar a melhor campanha na classificação geral do Campeonato Gaúcho de 2011.

Novo Hamburgo

Com raríssimas situações de gols, Novo Hamburgo e Caxias ficaram no zero, no Estádio do Vale.

A principal chance foi do Novo Hamburgo, aos 17 minutos do segundo tempo, com Gustavo Papa, chutando de virada dentro da área, para uma difícil defesa do goleiro Matheus.

Agora o Novo Hamburgo volta a jogar no domingo, 03, em Ijuí contra o São Luiz, em partida de seis pontos, já que os dois clubes lutam por vaga na 2ª fase da Taça Farroupilha. Para este jogo o Novo Hamburgo não poderá contar com Russo e Márcio Hahn que receberam o 3º cartão amarelo.

Caxias do Sul

Com cinco gols, uma expulsão e um golaço contra a própria meta, Juventude e Grêmio realizaram uma emocionante partida de futebol. No fim, vitória do clube da serra gaúcha, que se aproxima da classificação para a segunda fase da Taça Farroupilha.

Mas a noite parecia que não seria de muita sorte para a Papada. Com apenas 11 segundos, Cristiano roubou a bola e finalizou na trave direita de Victor. Aos 20 minutos, Cristiano voltou a finalizar e novamente acertou a trave.

Doze minutos depois o castigo foi ainda maior. Lúcio chegou à linha de fundo e colocou a bola na cabeça de Borges, que sozinho marcou seu quinto gol no Gauchão 2011.

No segundo tempo o Ju voltou disposto a marcar, e o gol veio aos 2 minutos. Porém antes de balançar as redes, Zulu cabeceou e bola acertou novamente a trave esquerda, mas para acabar com o azar a bola sobrou limpa para Júlio Madureira empatar o clássico. Foi o décimo gol do atacante alviverde no Gauchão, assumindo a vice-artilharia.

Só que o Grêmio tinha Leandro em campo. Aos 9 minutos a jovem revelação tricolor, acredita no chutão da defesa gremista, domina com muita qualidade, dribla o goleiro e empurra a bola para o gol vazio. 2 a 1 Grêmio.

Logo após, o zagueiro Rafael Pereira foi expulso. Mesmo com a valentia dos alviverdes, que lutaram pelo empate com um jogador a menos, o Grêmio parecia que asseguraria a vitória.

Mas aos 33 minutos, Cristiano deixou o azar de lado e colocou a sorte para jogar. O meia do Ju foi a linha de fundo e fez o cruzamento para a área de Victor, o também lateral Gilson antecipou-se ao atacante do Juventude para cortar e de cabeça colocou a bola no ângulo de Victor. Um golaço contra e 2 a 2 no placar.

Dez minutos depois a sorte sorriu de vez para o Juventude. Ramiro arriscou de longe e acertou o ângulo de Victor, que voou e não achou nada. Festa da torcida papada no Alfredo Jaconi e Juventude 3 a 2 no Grêmio, com um jogador a menos, e de virada.

Agora o Grêmio recebe o Veranópolis, pela 6ª rodada da Taça Farroupilha, no Estádio Olímpico.

FOTO: reprodução / ecnh.com.br /gremio.net

Compartilhar

Inter divulga carta-convite sobre obras no Beira-Rio

Avançar »

Celso Roth seria demitido nesta sexta-feira, diz jornalista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*