Twitter vira palco de alfinetadas entre dirigentes de Grêmio e Inter

Assuntos foram as obras nos estádios dos dois clubes, após aprovação de modelo de reforma em parceria no Beira-Rio.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Por vezes, jogadores de futebol recorrem ao Twitter para desabafar, e criam atritos. Dirigentes tratam de apaziguar ânimos. Pedem cautela no uso do Twitter, e chegam a cogitar algum controle sobre esta ferramenta de interação com os fãs… Mas também fazem uso do mesmo espaço para alfinetar os rivais.

Na manhã desta terça-feira, dia 22, entraram em pauta na troca de provocações via Twitter as obras nos estádios de Grêmio e Inter. Em parceria com a construtora OAS, o Grêmio ergue a nova Arena, que substituirá o Olímpico a partir do final de 2012. Já o Inter aprovou, na noite anterior, um modelo de reforma do Beira-Rio – estádio confirmado como sede de partidas da Copa do Mundo de 2014 – em parceria, sem aplicação exclusiva de recursos próprios.

À época do lançamento da Arena, circulou em Porto Alegre um avião com faixa “Chiqueiro de Aluguel” – torcedores colorados ironizavam a parceria tricolor, enquanto no Inter as obras eram executadas apenas com dinheiro dos cofres do clube. Agora, com a aprovação da parceria pelo Conselho Deliberativo do Inter, veio a resposta.

Eduardo Antonini, vice-presidente do Grêmio e presidente da Grêmio Empreendimentos – empresa que administra as obras da Arena – publicou no Twitter uma indireta ao novo modelo do rival: “Nada como um dia após o outro: quem debochava de nossa parceria para erguer uma Arena nova e moderna agora se socorre disso para uma reforma”.

Vinte e quatro minutos depois, o vice de futebol do Inter, Roberto Siegmann – um dos principais defensores da parceria na reforma do Beira-Rio – respondeu, também sem citar nomes. “Tem pessoas, os ‘sem estádio’, que querem confundir parceria para fazer uma obra com pegar emprestado o que não é seu!”.

Informações de GloboEsporte

FOTO: reprodução

Compartilhar

Gauchão 2011: Grêmio goleia time de Assis

Avançar »

Gauchão 2011: A classificação é logo ali

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*