Inter entrega o Gauchão à Roth

Após atuar boa parte do estadual com o time B e ser eliminado precocemente, direção demite Enderson Moreira e decide jogar com time A.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Convicção é uma certeza obtida por fatos ou razões, que não deixam dúvida nem dão lugar a objeção.

Basta procurar no dicionário ou digitar em sites de busca a palavra convicção que você encontra o seu significado.  Mesmo com todas essas facilidades de busca, a diretoria do Internacional ainda não deve saber o que é convicção.

Leia Mais

Cruzeiro elimina o Inter dentro do Beira-Rio

Os cartolas colorados bancaram a escalação do Inter B no estadual gaúcho e afirmaram estar convictos que o grupo formado por jovens promessas e jogadores que não deram certo na equipe principal seria suficiente para encarar a primeira divisão gaúcha.

Agora depois de atuar boa parte do estadual com o time B e ser eliminado precocemente da Taça Piratini, a direção colorada demitiu o técnico Enderson Moreira e comunicou que o time B está afastado do Campeonato Gaúcho de 2011.

A demissão de Enderson segue a linha do futebol, que tradicionalmente culpa o treinador pelo insucesso de sua equipe, só que neste caso, a culpa é totalmente da direção colorada que sempre se mostrou convicta da qualidade do seu elenco B.

Roberto Siegmann, vice-presidente de futebol do Inter, falou da demissão de Enderson Moreira e colocou na conta do técnico e dos jogadores do B a responsabilidade da eliminação.

“Promovemos uma alteração na participação do Internacional no Campeonato Gaúcho. A partir de agora, teremos apenas uma equipe na competição, apenas uma comissão técnica, apenas um responsável. No sábado mesmo, fiz uma reunião com a comissão técnica, tomei algumas decisões. Agradeci ao Enderson Moreira pelo trabalho realizado, mas ele não trabalha mais no Inter B. A equipe do Inter B não foi dissolvida, mas vamos disputar o Campeonato Gaúcho com a equipe principal” disse Siegmann

FOTO: reprodução / GloboEsporte.com

Compartilhar

Veja os gols do Grêmio contra o Oriente Petrolero

Avançar »

Inter é 5º melhor do mundo e Grêmio 56º, diz IFFHS

3 comentários

  1. Cesar Gravatai
    20 de fevereiro de 2011

    A direção do Inter eh incompetente e faz vista grossa para o departamento de Futebol para eles não interessam se time A ou B estão jogando o futebol que a torcida colorada merecem ja estão com a cota de socios la em cima ! Chega de tecnicos Burros Fora celso time que eh time tem que meter Goleada não importando o adversario!

    Responder
  2. Adail
    21 de fevereiro de 2011

    Não se preocupem Colorados, mais um objetivo atingido, está tudo dentro do planejamento do Fernando Carvalho, igualzinho ao ano passado e não tínhamos o Roth. O próximo passo é abandonar o segundo turno do Brasileirão como se faz há 3 anos, se ainda houver Libertadores em disputa.

    Para o time ganhar ritmo nada melhor que ter de ganhar o segundo turno do Gauchão no momento em que se torna mais difícil a Libertadores, nada como se ter projetos bem definidos.

    O Celso vai transformar Mathias, Guinhazú, Bollati e Tinga em goleadores, por isso Damião pode jogar sozinho.

    Responder
  3. Rui
    22 de fevereiro de 2011

    Entregaram a ele e, ele se encarreagará de perder, é o que ele mais sabe fazer e quanto as lesões não são problemas para Roth, seriam se os lesionados fossem zagueiros ou volantes. Fora retranqueiro, vai treinar time pequeno!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*