Enchentes já afetam quase 22 mil pessoas no RS

Há 5.191 desabrigados acolhidos em áreas de prefeituras e 16.737 desalojados, que se alojaram em casas de parentes. Um total de 42 cidades decretaram emergência e outras duas calamidade pública.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter)

Segue aumentando o número de atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul. O total de pessoas que teve de deixar suas casas chegou a 21.928, conforme boletim da Defesa Civil divulgado às 7 horas desta quinta-feira. A quantidade de cidades afetadas também cresceu de 93 para 101.

Há 5.191 desabrigados acolhidos em áreas de prefeituras e 16.737 desalojados, que se alojaram em casas de parentes. Um total de 42 cidades decretaram emergência e outras duas calamidade pública (Iraí e Barra do Guarita), quando o poder municipal julga estar acima de suas capacidades de reparo o nível de destruição.

A cidade que mais registra vítimas da enchente é Itaqui, na Fronteira, por conta da subida do Rio Uruguai. São 672 desabrigados e 9.108 desalojados pelas águas. São Borja, na Fronteira Oeste do Estado, a situação é alarmante: são 400 desabrigados e 2.500 desalojados.

Previsão do tempo

O tempo muda no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, de acordo com a MetSul Meteorologia. Frente quente se forma sobre o Estado provoca instabilidade. Chove em diversas regiões, especialmente do Centro para o Norte. Na Metade Norte, a chuva pode ser até localmente forte e com raios, não se descartando granizo isolado.

Apesar do retorno da instabilidade, o sol aparecerá nesta quinta com nuvens em muitos pontos do Estado, sobretudo na Metade Sul.

Informações de cp/metsul

FOTO: reprodução / defesa civil

Compartilhar

Quase 3 mil argentinos ingressam no RS em menos de 20 horas

Avançar »

Quase 20,5 mil pessoas estão fora de casa devido às enchentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*