No mês de fevereiro, desemprego em Porto Alegre tem queda de 5,6%

De acordo com dados do Dieese o total de pessoas empregadas foi de 1,7 milhão, ou seja, 4 mil a mais do que no mês de janeiro. Setores como indústria de transformação e construção civil, auxiliaram no crescimento deste número.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter)

Uma leve queda no desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre no mês de fevereiro, é o que diz a Pesquisa de Emprego e Desemprego – PED, nesta quarta-feira, dia 26. Desde 1998, taxa de 5,6% é a menor para o mês.

Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos -Dieese, o nível ocupacional da Região Metropolitana de Porto Alegre ficou em 0,2% no mês passado. Já o total de pessoas empregadas foi de 1,7 milhão, ou seja, 4 mil a mais do que no mês de janeiro.

Alguns setores contribuíram para este número crescer, como por exemplo, a indústria de transformação contribuiu com 9 mil ocupados a mais e a construção civil, com 6 mil. Porém, os setores de reparação de veículos automotores e motocicleta registraram e comércio, a variação foi negativa, com – 0,8%, ou seja, 3 mil ocupados a menos.

A economista do Dieese, Virgínia Donoso, destacou que índice é considerado estável. Além disso, o número total de desempregados em fevereiro foi de 106 mil pessoas, o que equivale a 2 mil a menos do que em janeiro. Nacomparação entre as capitais, Salvador registrou a maior taxa (17,7%), seguida por Recife (12,2%), São Paulo (10,6%) e Fortaleza e Belo Horizonte (7,7%).

Vale ressaltar que em comparação com fevereiro de2013, a taxa de desemprego total da Região Metropolitana de Porto Alegre reduziu de 6,2% para 5,6%. No mês de janeiro, o rendimento médio real do total de empregados apresentou oscilou de 0,3%, isso equivale a um rendimento de R$ 1.799.

Informações de cp

FOTO: reprodução / avozdavitoria.com

Compartilhar

Servidores da Susepe paralisam atividades no RS

Avançar »

Porto Alegre comemora 242 anos com atrações culturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*