Com instabilidade no Estado, Outono começa nesta quinta

Começo do outono terá frio no RS. Na região metropolitana, os termômetros variam entre 20°C e 27°C.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter)

O outono, que começa às 13h57min desta quinta-feira, dia 20, deverá ter impacto do fenômeno El Niño. Conforme a análise da MetSul, haverá acentuado aquecimento das águas superficiais do oceano Pacífico, na região equatorial.

“Depois de quatro anos com neutralidade ou La Niña, o outono de 2014 pode marcar os estágios iniciais de um episódio de El Niño”, destacou a meteorologista Estael Sias. O El Niño influencia o clima em escala mundial e costuma trazer importantes impactos aqui no Rio Grande do Sul, incluindo mais chuva.

No decorrer do outono, águas muitos mais quentes que a média avançando de Oeste para Leste a profundidades de 200 a 300 m (Onda Kelvin) devem emergir na superfície do mar e desencadear forte aquecimento do Pacífico Equatorial entre abril e maio, explicou Estael. “Se vier a se confirmar o El Niño, os efeitos devem ser mais sentidos mais adiante e com muita chuva.”

As mínimas rondam os 14°C em São José dos Ausentes, enquanto as máximas podem atingir 27°C em Santa Cruz do Sul. Na região metropolitana, os termômetros variam entre 20°C e 27°C.

O começo do outono terá frio no RS. Já no primeiro fim de semana, uma forte massa de ar frio trará madrugadas com marcas típicas de inverno e a possibilidade das primeiras ocorrências de geada do ano. “Isso não significa que o calor fica para trás”, ponderou o diretor-geral da MetSul, Eugenio Hackbart.

Dias quentes são normais em abril e maio. Hackbart recorda os casos de 1964, 1990 e 1992, quando houve dias frios no Estado em março, mas que foram seguidos por períodos de calor, em alguns casos até intenso, em abril.  Outra marca do outono é a grande diferença de temperatura da noite para o dia, podendo variar até 20ºC no mesmo dia.

Informações de cp

FOTO: reprodução / exc

Compartilhar

Prefeita de Torres pode decretar situação de emergência devido às chuvas

Avançar »

Quarta faixa da freeway pode ficar pronta só em 2015, diz Concepa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*