• Visualizações 499

Capacidade de endividamento para R$ 2,1 bilhões com novo indexador é prevista por Tarso Genro

Governador diz que se for aprovado o projeto PLC 99/2013 terá alteração no indexador da dívida dos estados e dos municípios com a União. Tarso voltou a condicionar a participação do Governo do Estado no projeto do metrô de Porto Alegre com a aprovação do PLC.

Da Redação (redacao@novohamburgo.org) (Siga no Twitter) 

O Governador Tarso Genro divulgou nesta quarta-feira, dia 12, uma projeção dizendo que o Rio Grande do Sul terá sua capacidade de endividamento aumentada para R$ 2,1 bilhões no próximo ano se for aprovado o projeto PLC 99/2013 que muda o indexador da dívida dos estados e dos municípios com a União.

O Projeto que foi aprovado em outubro do ano passado na Câmara dos Deputados, foi para o Senado em dezembro, mas não foi votado, sendo adiado para fevereiro deste ano, mas ainda não ocorreu.

No Palácio do Piratini, foi remetido um documento assinado pelos três poderes gaúchos, com o foco de pressionar o Governo Federal. Tarso salientou o objetivo da ação. “A estratégia é de convencimento técnico e de uniformidade política do estado para cobrar do Governo Federal a votação de um projeto que é seu”, destacou o governador. Além disso, Tarso voltou a condicionar a participação do Governo do Estado no projeto do metrô em Porto Alegre com a aprovação do PLC. Segundo ele se o projeto não tiver a aprovação não terá verba para participar de fato.

Informações de cp

FOTO: reprodução / gabinete digital

Compartilhar

Liquida Porto Alegre será prorrogado até o dia 23

Avançar »

Temporal muda tempo no Estado nesta quinta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*