• Visualizações 691

Sindimetrô confirma greve, mas garante trens em horários de pico

Metroplan já traça estratégia para amenizar impactos de uma possível paralisação oferecendo mais 300 ônibus para atender cidades como Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul – Sindimetrô-RS informou ao Ministério Público, nesta quarta-feira, dia 11, que vai manter a greve no Trensurb anunciada para a próxima sexta.

A entidade garantiu, contudo, que manterá a circulação dos trens nos horários de pico. A Trensurb deve enviar nova proposta aos metroviários na tentativa de evitar paralisação. A oferta será analisada na manhã desta quinta-feira, dia 12.

LEIA MAIS

Metroviários anunciam paralisação na Trensurb nesta sexta

Diante de provável paralisação, Trensurb responde ao Sindimetrô-RS

A empresa sustenta que os motivos apresentados pelos metroviários extrapolam as relações de trabalho e que custear mais de 50% do plano de saúde é ilegal. Os metroviários, porém, pedem 80% de abono. Atualmente, a empresa paga R$ 153 e os funcionários outros R$ 153 para manter o plano.

A empresa pretende contratar, até o fim de janeiro, uma outra prestadora de serviço, por meio de licitação, a fim de assegurar um plano de saúde novo aos servidores.

Caso a paralisação seja mantida, a Trensurb espera que a lei de greve seja cumprida para garantir a circulação de trens em horários de pico – das 6h às 8h30min e das 17h30min às 20 horas.

A Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional – Metroplan já traça estratégia para amenizar os impactos de uma possível paralisação oferecendo mais 300 ônibus para atender cidades como Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

Informações de CP

FOTO: reprodução / trensurb.gov.br

Compartilhar

Após liminar gaúcha, Justiça proíbe venda de andadores de bebê no Brasil

Avançar »

Confronto entre estudantes da Unisinos e BM deixa quatro feridos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*