• Visualizações 669

Até fevereiro, sistema prisional gaúcho terá cinco mil tornozeleiras

Com nova tecnologia, serão incluídos presos das regiões de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Santa Maria e Passo Fundo. Governo vai realizar testes a partir de dezembro.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Depois de seis meses de uso na Região Metropolitana de Porto Alegre, contando com 800 apenados com tornozeleiras eletrônicas, o objetivo é chegar a cinco mil detentos utilizando o equipamento até fevereiro de 2014. Serão incluídos presos das regiões de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Santa Maria e Passo Fundo.

Todos os cinco mil equipamentos terão novas tecnologias, com sensor de pele, comunicação mais veloz e abrangente, podendo inclusive separar e monitorar apenados de facções rivais.

O equipamento também será mais leve, e o sistema vai permitir passar de 80 mil para 200 mil pontos monitorados por minuto. As tornozeleiras chegam em dezembro.

A economia mensal será de R$ 4 milhões com o uso da tecnologia. O objetivo é ampliar a utilização dos equipamentos para os seis mil detentos que estão semiaberto atualmente.

Violência contra mulher

O governo vai realizar testes a partir de dezembro com 50 tornozeleiras para casos de violência contra a mulher. O sistema vai permitir alertar a possível aproximação do agressor em um raio de até5 km.

Além do homem, que vai usar a tornozeleira, as mulheres terão um dispositivo que será acionado em caso de aproximação. Os testes vão durar pelo menos quatro meses.

Dados

Em seis meses, 984 apenados usaram tornozeleiras. Hoje são 800. No período, houve 90 fugas, 50 presos continuam foragidos e 20 foram flagrados cometendo crimes. O índice de fugas por mês é de 2% com o uso do equipamento. Sem ele, é de 13%.

Informações de ZH

FOTO: reprodução / agência rbs

Compartilhar

Após tentativa de assalto, homens são presos na Secretaria de Educação em Porto Alegre

Avançar »

Devido à paralisação, metade da frota da Carris circula em Porto Alegre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*