• Visualizações 755

Cerca de 30% das vítimas no trânsito de Porto Alegre são jovens

De acordo com a técnica de trânsito e transporte da EPTC, Diva Yara Mello Leite, houve 680 casos de vítimas fatais em Porto Alegre nos últimos cinco anos.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A morte da jovem Bruna Lopes Capaverde, 15 anos, em um acidente na madrugada de sábado, dia 16, em Porto Alegre não foi exceção. Integra uma estatística do trânsito da Capital dos gaúchos, divulgada pela Empresa Pública de Transporte e Circulação – EPTC nesta quinta-feira, dia 21. Cerca de 30% das mortes nas ruas de Porto Alegre são de jovens de até 25 anos.

De acordo com a técnica de trânsito e transporte da EPTC, Diva Yara Mello Leite, houve 680 casos de vítimas fatais na Capital nos últimos cinco anos. “207 envolveram jovens entre 13 e 25 anos”, informa ela.

Álcool e drogas

A EPTC alerta sobre a presença de entorpecentes. Em 2013, 116 morreram no trânsito de Porto Alegre e, em pelo menos 21 casos, foi confirmada a presença de álcool, maconha ou cocaína no exame das vítimas ou os causadores do acidente.

Outros 25 casos aguardam confirmação de exame e 21 não apresentaram nenhuma dessas substâncias, segundo a EPTC. Nos 49 restantes, a EPTC alega que não foi possível realizar a coleta de dados.

Informações de CP

FOTO: reprodução / Guilherme Testa / CP

Compartilhar

Voos entre Porto Alegre e Miami passarão a funcionar nesta sexta-feira

Avançar »

Após tentativa de assalto, homens são presos na Secretaria de Educação em Porto Alegre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*