Detran cria força-tarefa para cassar carteiras de habilitação

De acordo com a autarquia, 5,6 mil condutores estão em situação de ter a CNH cassada. Chefe da divisão, Anderson Barcellos, explica diferença entre carteira suspensa e cassada.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul – Detran-RS instituiu, nesta terça-feira, dia 16, uma força-tarefa para retirar das ruas infratores potencialmente perigosos.

De acordo com o previsto no Código de Trânsito Brasileiro – CTB, cerca de 5,6 mil condutores estão em situação de ter a Carteira Nacional de Habilitação cassada. O trabalho ocorrerá na recentemente criada Divisão de Suspensão e Cassação de Condutores.

O chefe da divisão, Anderson Barcellos, explica a diferença entre ter a carteira suspensa e cassada:

“No primeiro caso, o CTB prevê que o documento fique suspenso de um a 12 meses, sendo necessário cursar aulas de reciclagem e passar por uma prova de legislação para reativar a carteira no sistema informatizado. Já quem tem a carteira cassada precisa esperar dois anos para dar início a todo o processo de habilitação desde o princípio, como se nunca tivesse sido condutor anteriormente.”

O Detran considera a questão prioritária por afetar, diretamente, na segurança do trânsito. A autarquia avalia que todos os 5,6 mil processos estejam instaurados dentro dos próximos 120 dias.

Informações de ZH

FOTO: reprodução / sarh.rs.gov

Compartilhar

Rio Grande do Sul registra temperaturas negativas nesta terça-feira

Avançar »

EPTC aciona Ministério Público contra rodoviários paralisados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*