AGU pedirá R$1,5 mi de sócios da Boate Kiss por descumprimentos de normas de segurança

Quantia será destinada para dependentes de cinco funcionários mortos e outros 12 que se feriram em incêndio ocorrido em janeiro deste ano.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A Advocacia-Geral da União – AGU vai entrar com uma ação nesta segunda-feira, dia 15 de julho, contra a empresa e os sócios da boate Kiss.  O objetivo do ato é conseguir um ressarcimento de benefícios previdenciários para 17 funcionários, terceirizados e dependentes, vítimas do incêndio em 27 de janeiro.

De acordo com informações da a AGU, a Procuradoria-Geral Federal -PGF cogita a possibilidade de ingressar com nova ação da mesma natureza incluindo os demais mortos e feridos na tragédia. O valor de R$1.516.571,20 será cobrada da empresa e sócios.

O órgão informa que houve negligência por parte da casa noturna em relação as normas de proteção e saúde dos empregados em razão do descumprimento da legislação de prevenção e segurança do trabalho. O Instituto Nacional do Seguro Social – INSS já desembolsou até o momento R$ 68 mil através de pensões por morte e auxílio-doença previdenciária concedidas aos funcionários e dependentes.

As pensões por morte foram destinadas aos dependentes de cinco funcionários que morreram no incêndio. Outros 12 trabalhadores que se feriram no incidente receberão os auxílios-doença.

Informações de Portal G1

FOTO: reprodução / redefonte.com.br

Compartilhar

Polícia prende quadrilha que revendia maconha na Região Metropolitana

Avançar »

Rio Grande do Sul registra temperaturas negativas nesta terça-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*