Goolac, Hollmann e Só Milk entram na lista de marcas de leite proibidas no RS

Já estavam proibidas Líder, Latvida, Mu-mu e Italac, investigadas devido a adulteração com formol por parte de transportadores.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Mais três marcas de leite devem sair das prateleiras a partir desta sexta-feira, dia 10, em todo o Rio Grande do Sul. O governo do Estado proibiu a venda das marcas Goolac, Hollmann e Só Milk.

Todas são fabricadas pela VRS Indústria de Laticínios, mesma empresa do leite Latvida, que também está proibido. Além destas, as marcas Líder, Mu-mu e Italac também não podem ser comercializadas, devido à Operação Leite Compen$ado, que investiga adulteração de leite por parte de transportadores, com adição de água e um composto com formol no produto que foi para supermercados. A Organização Mundial da Saúde – OMS considera a substância cancerígena.

A suspensão é uma medida preventiva. De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul – MP/RS, as empresas investigadas transportaram aproximadamente 100 milhões de litros de leite entre abril de 2012 e maio de 2013. O órgão estima que, desse total, um milhão de quilos de ureia contendo formol tenham sido adicionados, com o objetivo de aumentar o volume do leite transportado e consequentemente o lucro sobre o preço do leite cru.

Veja abaixo os lotes dos produtos suspensos:

Leite UHT Integral Cispoa

Lote 0036/661

Leites Hollmann, Goolac, Só Milk e LatVida

Lote 103, de 01/04/2013

Lote 184, de 03/04/2012

Lote 189, de 04/04/2013

Lote 190, de 05/04/2013

Lote 196, de 09/04/2013

Lote 200, de 10/04/2013

Lote 201, de 19/04/2013

Lote 202, de 20/04/2013

Lote 204, de 21/04/2013

Lote 205, de 22/04/2013

Leite UHT Semidesnatado Cispoa

Lote 048/661

Leite LatVida

Lote 190, de 02/04/2013

Lote 193, de 05/04/2013

Lote 103, de 18/04/2013

Leite UHT Desnatado Cispoa

Lote 0037/661

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa / takepart.com

Compartilhar

Pelo menos 28 crianças ficam feridas em um acidente de ônibus em Canoas

Avançar »

Governo do Estado investirá R$ 91 milhões para Copa do Mundo de 2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo
home_central_vertical