Ordem para duplicação da BR-116 no RS é assinada

Expectativa é que a conclusão ocorra até 2015. A destinação é de R$ 120 milhões de um total de R$ 900 milhões à obra oriundos do governo federal.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e o governador do Estado, Tarso Genro (foto), assinaram nesta segunda-feira, dia 20, em Pelotas, Sul do Estado, a ordem de serviço para começo dos trabalhos de duplicação da BR 116, no trecho entre Guaíba e Pelotas, e das BRs 116 e 392, no contorno de Pelotas.

A destinação de R$ 120 milhões de um total de R$ 900 milhões à obra, oriundos do governo federal, foi publicada no Diário Oficial da União – DOU. A expectativa é que a conclusão ocorra até 2015. O ato ocorreu no auditório do Centro de Eventos Fenadoce e participam ainda o superintendente regional do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes – Dnit, Vladimir Casa, o diretor-geral do Dnit, general Jorge Fraxe, e o diretor de Infraestrutura Rodoviária, Roger Pêgas.

A cerimônia também significa mais um passo em direção ao contorno de Pelotas, que integra a qualificação do chamado Corredor de Exportação, eixo Porto Alegre-Rio Grande, por onde trafegam cerca de 10 mil veículos por dia. Entre as duas obras, o governo federal irá aplicar em torno de R$ 1,3 bilhão.

O projeto do Contorno de Pelotas, que equivale ao lote 01 da duplicação da BR 392, será dividido em dois blocos. Um se estende da nova ponte do Retiro à segunda ponte a ser construída sobre a barragem Santa Bárbara. O outro vai do viaduto a ser instalado junto à Fenadoce até o canal São Gonçalo. O projeto de recuperação da antiga ponte desativada desde 1974, está prestes a ser concluído. A estimativa é de que cerca de R$ 80 milhões sejam investidos. A reforma, entretanto, dependerá de licitação específica.

A duplicação da BR 392, entre Pelotas e Rio Grande, deve estar finalizada até março de 2013. Dos 24,7 quilômetros do lote 02, sob responsabilidade da Ivaí Engenharia de Obras, 22,5 quilômetros já foram executados e 16 estão liberados ao tráfego. Uma das fases em execução é a pavimentação do viaduto do Povo Novo.

No lote 03, a cargo da Construtora Triunfo, 24,8 quilômetros de um total de 27, estão prontos e 15,3 quilômetros já têm circulação de veículos. O viaduto da Vila da Quinta é uma das etapas em andamento. Entre os lotes 02 e 03, a injeção de recursos federais será de R$ 300 milhões. O lote 04 refere-se ao acesso ao porto de Rio Grande.

Informações de Correio do Povo

FOTO: ilustrativa / rsnegocios

Compartilhar

Calor segue predominando no Rio Grande do Sul

Avançar »

Ataques a bancos no Estado crescem 39% em 2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*